Pesquisar este blog

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Marizinha - Antologia - Meus momentos (2017)

 Marizinha, hoje no Trio Esperança, iniciou a carreira aos cinco anos de idade
Depois de postar um compacto duplo português, compartilhado entre a Marizinha e a Denise Barreto, e ler o comentário do nosso amigo Paulo Castelo Branco, no qual informa que a caçula dos irmãos Corrêa – integrantes do Trio Esperança e Golden Boys – iniciou a carreira em 1962, quando gravou um 78 rpm na Polydor com as faixas "'Cha Cha Cha' da Bonequinha" e "Menina, toma Jeito", achei interessante montar esta coletânea. Para isso, contei com a ajuda do amigo e colaborador Aderaldo, que prontamente atendeu ao meu pedido, e ainda forneceu uma antologia postada pelo Xocran Caviloso na Comunidade MC&JG, da VK, da qual retirei duas faixas incluídas aqui como bônus, pois tratam-se de participações especiais da Marizinha em discos do Marcos Valle e Djavan, e sobre as quais não tinha conhecimento. Agradeço a ambos pela colaboração.

Mariza Corrêa nasceu em 2 de abril de 1957, na cidade do Rio de Janeiro. Gravou seu primeiro e único disco de 78 rpm quando tinha cinco anos de idade, sendo que em 1963 entrou no estúdio da Philips para registrar "Natal da Menininha" na coletânea temática "Um feliz Natal". Ainda na década de 1960, durante a efervescência da Jovem Guarda, gravou mais três compactos simples pela Odeon entre 1966 e 1968, além de regravar “Moço, me ensine o caminho de ir para casa” para o LP filantrópico "12 brasas para você", acompanhada pelo grupo The Sunshines, incluída aqui como bônus.  Em 1968, passou a integrar o Trio Esperança, ao lado dos irmãos Mario e Regina, substituindo Evinha, que se lançava em carreira solo. Com o grupo, lançou quatro LPs, e voltou a cantar sozinha, gravando mais quatro singles pela Odeon entre 1977 e 1979. Na sequência, mudou-se para a França, onde vem atuando na nova formação do Trio Esperança, ao lado de Eva e Regina. Com esta formação, as três irmãs lançaram os CDs “A capela do Brasil” (1992), “Segundo” (1995), “Nosso mundo” (1999), “De Bach a Jobim” (2010) e “Doce França” (2013), revelando que seu talento vem de berço. Confira:

01 - 1962 - Cha cha cha da bonequinha 
02 - 1962 - Menina, tome jeito* 
03 - 1963 - Natal da menininha
04 - 1966 - Sorte da Glorinha
05 - 1966 - Moço, me ensine o caminho de casa
06 - 1968 - Não vou permitir, não*
07 - 1968 - A cara do boneco*
08 - 1968 - Não posso te dar atenção*
09 - 1968 - Preciso ter juízo
10 - 1977 - Mais uma vez
11 - 1977 - Vamos começar outra vez
12 - 1978 - Quanto mais te vejo
13 - 1978 - Você chegou pra ficar
14 - 1979 - Meus momentos
15 - 1979 - Em cores
16 - 1979 - Brincadeira de amor
17 - 1979 - Viola enluarada*
18 - 1966 - Bônus - Moço, me ensine o caminho de casa
19 - 1971 - Bônus - Marcos Valle - Black is beautiful (part.especial)**
20 - 1978 - Bônus - Djavan - Nereci (part. especial)**


*  Faixas cedidas pelo Aderaldo
** Faixas cedidas pelo Xocran Caviloso, da Comunidade MC & JG no VK

5 comentários:


  1. http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/1591+-+MRZINHA,1239568751.rar(archive)

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Novo link:

      https://www.4shared.com/rar/K9zHwZpUee/1591_-_MRZINHA.html

      Excluir
  2. Coletânea ótima. Obrigado ao Chico, Aderaldo e Xocran Caviloso por essa maravilha. Mais um disco pra coleção da Jovem Guarda.

    ResponderExcluir
  3. Tive que retornar para parabenizar a capa do CD que ficou maravilhoso, coisa de gênio. Valeu

    ResponderExcluir
  4. infinitamente agradecido, saludos y buen fin de semana

    ResponderExcluir