Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Johnny Hallyday - Coletânea Especial (2017)

Johnny Hallyday vendeu mais de 100 milhões de discos desde os anos 1960
 Coletânea especial apresenta músicas lançadas em sete compactos duplos
O cantor francês Johnny Hallyday faleceu nesta quarta-feira, 6 de dezembro, em Paris, aos 74 anos, vítima de um câncer de pulmão. Consagrado sob o apelido de "Elvis francês", o artista vendeu mais de 100 milhões de discos, e fez sucesso no Brasil entre 1966/1967, quando se apresentou no País na esteira dos hits “Noir c'est noir" (versão de “Black is Black”, do grupo Los Bravos, também conhecida pela releitura “Quem não quer”, na interpretação do Jerry Adriani) e “Cheveux longs, idées courtes” (“Cabelos longos e idéias curtas”, versão gravada pelo grupo The Brazilian Bitles). Em homenagem póstuma, montei esta coletânea especial com músicas de sete compactos duplos, gravados na fase pioneira do rock francês, entre 1960 e 1964, além das duas canções que fizeram sucesso por aqui.

Johnny Hallyday, nascido em Paris, no dia 15 de junho de 1943, de pai belga e mãe francesa, foi um autêntico fenômeno de massas que lançou uma centena de discos ao longo de uma carreira de 57 anos. Desde sua primeira canção gravada em 1960, "T'aimer follement", o roqueiro teve uma série de hits, como "Souvenirs, souvenirs", "Le Pénitencier", "Noir c'est noir", "Retiens la nuit", "Que je t'aime", "Gabrielle" e "Ma gueule", entre outros. Ao longo de uma vida acelerada, com muitos excessos divulgados pela imprensa, especialmente por suas relações amorosas tempestuosas (Sylvie Vartan e Nathalie Baye, com quem teve um filho e uma filha respectivamente) e por suas casas na Suíça e nos Estados Unidos, que geraram acusações de exílio fiscal. Era uma lenda vida, admirada por muitos. O último trabalho lançado foi o ao vivo "Rester Vivant Tour", de 2016. Ele também tinha carreira sólida no cinema, mas deixou sua marca como pioneiro do rock francês, com muitas versões de músicas norte-americanas. Confira:

01 - 1960 - Itsi bitsi petit bikini 
(Itsy bitsy teenie weenie yellow polka dot bikini)
02 - 1960 - Le plus beau des jeux
03 - 1960 - Depuis qu'ma môme
04 - 1960 - Je veux me promener (I want to walk you home)
05 - 1960 - Souvenirs, souvenirs
06 - 1960 - Pourquoi cette amour
07 - 1960 - Je cherche une fille
08 - 1960 - J'suis mordu
09 - 1961 - Nous, quand on s'embrasse (High school confidential)
10 - 1961 - Tu peux la prendre (You can have her)
11 - 1961 - Il faut saisir sa chance
12 - 1961 - Douce violence
13 - 1962 - L'idole des jeunes (Teenage idol)
14 - 1962 - Tout bas, tout bas, tout bas (Apron strings)
15 - 1962 - C'est le mashed potatoes (Little nitty pretty one)
16 - 1962 - Comme l'eté dernier (Dancin' party)
17 - 1963 - Tes tendres années (Tender years)
18 - 1963 - Elle est terrible (Somethin' else)
19 - 1963 - Poupée brisée (Broken doll)
20 - 1963 - Mashed potatoes time (Mashed potato time)
21 - 1963 - Pour moi la vie va commencer
22 - 1963 - Rien n'a changé
23 - 1963 - A plein cœur
24 - 1963 - Ma guitare
25 - 1964 - Le pénitencier (House of the rising sun)
26 - 1964 - Toujours plus loin
27 - 1964 - One more time encore une fois
28 - 1964 - Je te reverrai
29 - 1966 - Cheveux longs, idées courtes 
30 - 1966 - Noir c'est noir (Black is black)



8 comentários:


  1. http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/1584+-+JHNHLLDAY,1236119690.rar(archive)

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Novo link:

      https://www16.zippyshare.com/v/xyxvcrA6/file.html

      Excluir
  2. poderia postar no mega zippyshare ou mediafire por favor

    ResponderExcluir
  3. O texto de apresentação da postagem colocada pelo amigo Chico está perfeito e dá uma noção exata do tamanho artístico desse grande artista francês, considerado pela mídia especializada como o mais respeitado entre os de idioma não inglês, fora de seu país. Consta, outrossim (em inconfidência do então mordomo de Roberto Carlos, Nichollas Mariano), que, em passagem pelo Brasil em 1967, Johnny Hallyday e a então sua esposa, a cantora Sylvie Vartan, estiveram com Roberto Carlos e aquele teria influenciado o brasileiro a não mais gravar só com conjunto de guitarras, mas, como ele, investir em arranjos mais sofisticados. Seria, então, talvez, esta a explicação para a mudança de seus arranjos do LP "Roberto Carlos em ritmo de Aventura" (1967) para os do LP "Inimitável" (1968) e os seguintes.

    ResponderExcluir
  4. Olá amigo Chico, você tem José Augusto sergipano Lp 1971 prece de amor e paz e o Lp Cláudio Roberto Lp 1974

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Reginaldo

      O LP do José Augusto está disponível no Minhateca. Você pode baixá-lo neste link:

      http://minhateca.com.br/Evelton/Brega/(1971)+JOS*c3*89+AUGUSTO+(PRECE+DE+AMOR+E+PAZ),1088676051.rar(archive)

      O do Claudio Roberto que tenho foi baixado na rede. Infelizmente está faltando uma faixa. Se lhe interessar, o link é este:

      https://www.4shared.com/rar/WZQOHPJ0ca/Claudio_Roberto_-_1974.html?

      Excluir
  5. Valeu mano Chico pela informação já baixei José Augusto e o Cláudio Roberto também pelo blog acervo das antigas, tenha um bom dia

    ResponderExcluir
  6. Link do Minhateca inativo, pois o domínio foi congelado por ordem judicial. Portanto, peço que seja repostado o link por outro servidor (Zippyshare, 4shared, etc.) Se repostar o mais rápido possível, pois perdi quase todos os arquivos baixados nesse blog por um virus chamado GandCrab V3 Ransomware, agradeço antecipadamente.

    ResponderExcluir