Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Beat Boys - Canção que ninguém mais cantou (1968)

 Banda ganhou notoriedade ao acompanhar Caetano Veloso em "Alegria, alegria" 
Este é o primeiro e único álbum do Beat Boys, lançado em 1968 pela RCA Victor, e enviado pelo amigo Geraldo, a quem agradeço pela colaboração. A banda, surgida em São Paulo em meados dos anos 1960, ganhou notoriedade ao participar, tanto na apresentação quanto na gravação, da música “Alegria, alegria”, de Caetano Veloso, no "III Festival de Música Popular Brasileira", da TV Record, em 1967. Era formada pelos músicos argentinos Tony Osanah (guitarra e voz), Cacho Valdez (guitarra), Toyo (órgão), Willie Verdager (baixo) e Marcelo Frias (bateria). Após a gravação deste álbum, os integrantes da banda se dispersaram e partiram para outros projetos, como os grupos Music Machine e Raíces de América, sendo que Marcelo Frias e Willy Verdager colaboraram para o primeiro álbum dos Secos & Molhados em 1973. Um dos destaques deste LP é a faixa “Canção Que Ninguém Mais Cantou”, uma versão de “Your mother should know”, dos Beatles. Confira:

01 - A Felicidade (La felicidad)
(Palito Ortega - vs: Beat Boys)
02 - A Time For Remembrance
(Cowsill - Cowsill)
03 - O Meu Tamburin (Green Tambourine)
(S. Pins - P. Leka - vs: W. Verdaguer - Marcelo)
04 - Era Uma Menina
(Willy)
05 - Abre Sou Eu (Abre, soy yo)
(Billy Bond - vs: Beat Boys)
06 - Abrigo De  Palavras Em Caixas De Céu
(Daniel - Willy)
07 - Wake Me, Shake Me
(Al Kooper)
08 - Pobre Coração
(A. Hossein - G. Thibaut)
09 - Sempre Esperando
(Willy)
10  - Canção Que Ninguém Mais Cantou 
(Your mother should know)
(Lennon - McCartney - vs: W. Verdaguer - D. Dattoli)
11 - Aria Para 4ª Corda De Sol
(J.S. Bach - Adapt. Beat Boys)
12 - Torta De Morangos
(Toyo - Willy - Tony)

COLABORAÇÃO: Geraldo


5 comentários:


  1. http://www92.zippyshare.com/v/M5iBqJh8/file.html

    ResponderExcluir
  2. Este blog cada dia fica melhor, Chico muito obrigado por mais esta excelente postagem.

    ResponderExcluir
  3. Caro Chico, primeiro de tudo, muito legal esse post. Beat Boys ficaram famosos em 1967 não apenas por acompanhar Caetano Veloso na música "Alegria Alegria" no III Festival da Música Popular, na TV Record, que ficou em 4º lugar. Houve outras coisas que deram notoriedade à banda. A primeira der todas foi o fato de ser uma banda gringa: eram todos argentinos. Ficou muito marcado o sotaque da banda no coro que fazia "Porque NO? Porque NO?" Outro detalhe marcante foi o fato de ser uma banda de rock (à época chamada de conjunto de ié-ié-ié) que "ousou" tocar com guitarras elétricas, baixo elétrico e teclado em pleo festival da MPB (no mesmo festival, Os Mutantes também o fizeram). E, por último, muito se falava do tecladas Toyo (em algumas revistas se falava em Toyu), que por causa dos longos cabelos lisos e barba era apelidado de Jesus Cristo pelas fãs. Isso causou muita polêmica, inclusive com repercussão na igreja. Há que se lembrar de que estávamos em 1967, época em que ainda os padres usavam batina. Grande abraço. Magalhães Jr.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido Magalhães Jr. Muito boa sua observação e concordo com os 3 ou 4 itens que vc acrescentou. Mas TODOS elas estão ligados à apresentação de Alegria Alegria no Festival. Portanto procede a afirmação que que se tornaram famosos por defenderem essa música junto à Caetano Veloso. Abs. Enzo Lazzerini.

      Excluir
  4. Grande disco. O blog faz um trabalho maravilhoso com a música em geral e em particular à nossa Jovem Guarda, tão carente mas aqui ela tem vez e como tem. Tomara que fique para sempre, quando alguém quiser uma informação sobre a Jovem Guarda encontra aqui, tanto pelo Chico e os colaboradores (aqui o geraldo) como nos comentários dos seguidores. Valeu, pessoal.

    ResponderExcluir