Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Nenê Benvenuti - Só Instrumentais (CD inédito)

 Nenê compôs as 12 músicas e tocou todos os instrumentos deste CD inédito
São Paulo, 22 de novembro de 2012. O palco do Centro de Convivência do Sesc Bom Retiro é dividido entre Nenê Benvenuti, famoso como baixista do grupo Os Incríveis, e o pianista e acordeonista Luiz Loy, em show da série “Estamos Aí”, feita em homenagem aos instrumentistas que participaram de uma das fases mais efervescentes da música brasileira. O projeto musical, desenvolvido com base no livro “Do calypso ao cha-cha-chá – Músicos em São Paulo na década de 60”, de Fernando Lichti Barros, contou com apresentações de instrumentistas que tocaram em shows, gravações, festivais, boates, grandes orquestras de baile e conjuntos atuantes na Bossa Nova, Jovem Guarda e Tropicalismo.

Na audiência da dupla estava um fã do Nenê, o roteirista de rádio e televisão, Magalhães Jr., leitor do livro “Os Incríveis Anos 60 -70... e eu estava lá", biografia lançada em 2009 pelo músico d’Os Incríveis, que acompanhou artistas como Roberto Carlos, Elis Regina, Raul Seixas e outros. Foi por meio da obra, com o site do autor para contato, que resolveu escrever para parabenizá-lo pelo trabalho. Em resposta de agradecimento, informou o número do seu telefone, e acabaram conversando uma ou duas vezes. Assim, quando soube da jam session no Sesc Bom Retiro, resolveu assistir. Terminado o show, foi conversar com ambos, e se apresentou ao Nenê. Foi, então, que o músico o chamou de lado, e abrindo sua bolsa, tirou um CD e lhe deu de presente:

“Cara, acabei de produzir este CD. É super autoral. Só instrumental. As composições e arranjos são todos meus, e eu mesmo toquei todos os instrumentos. É um presente de amigo”, disse Nenê. Ninguém sabia, ou imaginaria no pior dos pesadelos, mas aquela foi sua última apresentação em público, como confirmaria depois Luiz Loy, seu parceiro de palco, infelizmente também falecido em 24 de maio último, aos 78 anos. Nenê - homenageado neste espaço por ocasião de sua morte, dois meses após o show, em 30 de janeiro de 2013, aos 65 - revela todo seu talento e verve musical neste CD inédito, de 2012, restrito até agora a sua rede de amigos. Foi gentilmente enviado pelo próprio Magalhães Jr., que fez o relato acima, e a quem agradeço por compartilhar preciosa joia musical. O disco tem um pouco de tudo – jovem guarda, blues, jazz e até um samba rock em homenagem ao amigo Jorge Ben Jor. É pra ouvir, pedir bis, aplaudir, e não esquecer o graaaaande Nenê. Confira:

01 - Tocando a vida
02 - Fender 65
03 - Sintonia do amor
04 - Piano Boogie
05 - Strings in Blue
06 - Subindo o Rio
07 - Reflexões
08 - Sem Você
09 - Caminho do Mar
10 - Órgãos
11 - New Orleans
12 - Ao meu amigo Jorge Ben Jor

As 12 composições inéditas são do Nenê Benvenuti, que toca todos os instrumentos 

Gravado em um Portastudio Tascam 24 canais

COLABORAÇÃO: Magalhães Jr.


5 comentários:


  1. http://www75.zippyshare.com/v/5dtw6Hyb/file.html

    ResponderExcluir
  2. É por Deus mesmo que ele fez esse álbum. Imagina que 2 meses depois ele iria falecer. Mas deixou um álbum diferente , somente instrumentais, que vou verificar daqui a pouco...parabéns Chico por mais essa maravilha...Abraços

    ResponderExcluir
  3. Um grande presente para os fãs desse excepcional artista. Nesse cd ele mostra toda sua versatilidade, tocando todos os instrumentos. Também quero agradecer ao Magalhães Jr, por ter enviado esse disco para compartilhamento. Eu que já era seu fã, ouvindo seu quadro Magazine, agora sou mais ainda.

    ResponderExcluir
  4. Que discaço!
    Mais um excelente trabalho, Incrível ou Inctíveis, tanto faz, a qualidade é garantida.

    Obrigado por compartilhar!

    ResponderExcluir