Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de março de 2017

Vários artistas - Jovem Guarda Instrumental - Vol. VI

 Sexto volume, com 25 faixas, traz várias raridades do período da Jovem Guarda
Uma postagem especial para os colecionadores da série Jovem Guarda Instrumental, desenvolvida pelo blog e com cinco volumes já apresentados. Este sexto, com 25 músicas, traz várias relíquias do período. Algumas faixas merecem considerações e esclarecimentos. Danny Marcel e Os Texanos são, respectivamente, Ed Maciel e The Jordans sob pseudônimo, sendo que “Estamos no paraíso”, com Os Tremendões, pela gravadora Paladium, também foi relançada como gravação do grupo The Red Fingers, pelo selo Beverly. Segundo informação do amigo internauta Paulo Castelo Branco, as faixas executadas por Sérgio Márcio e seu conjunto, da CBS, e Mazzola e sua Orquestra, da Caravelle, são respectivamente play-backs das gravações do Pedro Paulo (sem vocal, acrescida de solo de órgão) e da Elizabeth (sem vocal, acrescida de solo de sax). Confira:

01 - 1968 - Aloyr Mendes - Eu te amo, te amo, te amo
02 - 1968 - Os Psicodélicos - Te adoro (I need you)
03 - 1969 - Beachbuben - É tempo do amor (Le temps de l'amour)
04 - 1967 - Os Dragões - Tema dos Dragões
05 - 1966 - Jacildo e seus Rapazes - Day tripper
06 - 1968 - The Teenagers - Não me trate como um cão
07 - 1965 - The Tip Tops - I'm twist
08 - 1967 - The Condors - Africa
09 - 1967 - Os Mutáveis - Peace pipe
10 - 1969 - Sérgio Márcio e seu conjunto - Viu
11 - 1967 - Os Tremendões (The Red Fingers) - Estranhos no paraíso
12 - 1966 - The Fire Boys - Tabu
13 - 1968 - The Androids - Cimarron
14 - 1968 - Os Joias no Sucesso - Massachussets
15 - 1967 - The Jones - Coisinha estúpida (Something stupid)
16 - 1967 - The Reds - Cavalgada para o céu
17 - 1966 - The Honey Boys -  Querida (Don't Let Them Move)
18 - 1974 - Danny Marcel (Ed Lincoln) - Não quero ver você triste
19 - 1969 - Mazzola e sua orquestra - Sou louca por você
20 - 1965 - Os Balanceiros - O Calhambeque (Road Hog)
21 - 1966 - Orquestra de Carlos Piper - Festa do Bolinha
22 - 196_ - The Blobs - Murder
23 - 1968 - The Tunders - Só existe um lugar (You only live twice)
24 - 1966 - The Fellows - Resposta do céu
25 - 1966 - Os Texanos (The Jordans) - Shadoogie



16 comentários:


  1. http://www70.zippyshare.com/v/chgX3DA6/file.html

    ResponderExcluir
  2. Mais uma maravilhosa postagem da página "Sintonia Musical". Onde se arranjaria tanta coisa boa e rara juntinha, de uma vez só? Gostaria de complementar, informando que o grupo de estúdio "The Blobs" (selos Dotis e Fermata) eram, na realidade, "The Jet Black's", gravando sob pseudônimo, segundo informação de seus próprios membros em uma página aqui mesmo na Net, intitulada "Os Jatos Negros da Jovem Guarda". "The Blobs" lançaram apenas 2 compactos simples, com as faixas "Murder"/"Macacafoo" (versão I) (Dotis,1964/1965) e "Macacafoo" (versão 2)/"Tarantella" (Fermata, 1964/1965), tudo instrumental. E, como já foi dito pelo amigo Chico, "Os Texanos" são, realmente, "The Jordans", sob pseudônimo; assim como "The Fire Boys" são "The Fevers", também sob pseudônimo. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que seria de mim sem você, sempre presente com informações complementares úteis, e que servem de referência para pesquisa? Eu mesmo procurei informações sobre o The Blobs, e não sabia que era The Jet Black's sob pseudônimo. A faixa "Murder" foi extraída do segundo volume da coletânea "Brazilian Nuggets - Back From The Jungle", lançada em Portugal em 2011. Abs.

      Excluir
  3. Hu...hu... estou vibrando com os solos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom saber que curtiu. Eu também gostei desse volume. Abs.

      Excluir
  4. Só um adendo sobre os grupos de estúdio "Sérgio Márcio & seu Conjunto" e "Mazzola & sua Orquestra": o LP de "Sérgio Márcio & seu Conjunto" é composto de "play-backs" de Pedro Paulo E de José Roberto; e o LP de "Mazzola & sua Orquestra" é composto de "play-backs" de Elizabeth E de Paulo Sérgio. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela complementação. Abs.

      Excluir
  5. Valeu Chico!
    Esse o nosso amigo luso Carlos Santos vai adorar!!
    Grande postagem e grandes comentários,do amigo e do Paulo!!
    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. Apesar de morar em Portugal, o Carlos é fã da Jovem Guarda, pois muitas músicas do movimento fizeram sucesso por lá. Abs.

      Excluir
  6. Parabéns por mais um volume de Jovem Guarda Instrumental. Esse você arrasou, cada um melhor que o outro. Só tenho que agradecer a você e torcer que venham mais e mais...Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado. A ideia é fechar a série com 10 volumes. Fico feliz em saber que gostou. Abs.

      Excluir
  7. Chico: é sempre um prazer oferecer minha humilde e simplória contribuição à sua página que, para mim, passou a ser de utilidade pública, tal o nível de resgates a que tem chegado. Abs.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Chico. Mais um gol de placa.
    Enzo Lazzerini

    ResponderExcluir
  9. Mais um discaço. Obrigado ao Chico. Notei que o Enzo Lazzerini fez um comentário, um grande abraço para ele.

    ResponderExcluir
  10. O Paulo Castelo Branco sempre com informações que enriquecem as postagens e o blog, os detalhes dele são excelentes. Obrigado a ele também.

    ResponderExcluir
  11. Antonio Magalhães18 de março de 2017 02:47

    Amigo Chico:
    É notório o - advento - da música instrumental.
    Oxalá... Expósito e sua orquestra!
    Abraço Todos

    ResponderExcluir