Pesquisar este blog

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Wanda de Sah - Favorites from Brazil (EP 1966)

Wanda Sá, como a conhecemos, interpreta Bossa Nova em EP francês de 1966
 
O que me chama a atenção neste raro compacto duplo de 45 RPM - gentilmente enviado pelo amigo Laércio, a quem agradeço pela colaboração - é a grafia dada ao nome da cantora no mercado francês, onde o disco "Favorites from Brazil" foi lançado em 1966 pela Capitol, selo da EMI-Odeon. Wanda de Sah, ou Wanda Sá como a conhecemos, interpreta composições de mestres da Bossa Nova, como Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Baden Powell, Carlos Lyra e Geraldo Vandré. No repertório, clássicos do movimento, como “Só danço samba” e “Água de beber", interpretados com a leveza e a classe de sua bonita voz. Não por acaso, a cantora e violonista é considerada a mais representativa intérprete da Bossa Nova no exterior.

Wanda Maria Ferreira de Sá, seu nome de batismo, nasceu em São Paulo em 1 de julho de 1944, mas logo se transferiu com os pais para o Rio de Janeiro. Estudava balé e, aos onze anos, começou a tocar violão. Foi aluna de Roberto Menescal. Em 1962 já era professora de violão da escola de música mantida por Menescal e Carlos Lyra, em Copacabana. Iniciou a carreira artística em 1962. Em 1969, casou-se com o cantor e compositor Edu Lobo, e passou a residir nos Estados Unidos, interrompendo a carreira até a separação do casal, em 1982. Wanda e Edu tiveram três filhos: Mariana, Bernardo e Isabel. Voltou ao Brasil decidida a prestar vestibular para o curso de Sociologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e retomou a carreira artística. Em 1985, tornou-se evangélica, mas manteve sua carreira de cantora de música popular, lançando vários discos. O mais recente CD, “Cá entre nós” (na foto acima), foi lançado no ano passado. Ouvi-la é sempre um prazer. Confira:

01 - Água de beber
(Gimbel - Tom Jobim - Vinicius de Moraes)
02 - Tem dó
(Baden Powell - Vinicius de Moraes)
03 - Aruanda
(Carlos Lyra - Geraldo Vandré)
04 - Só danço samba (Jazz 'n' samba)
(Tom Jobim - Vinicius de Moraes)


COLABORAÇÃO: Laércio



Um comentário: