Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Teddy Milton - Coletânea Especial (2017)

 Teddy Milton, cantor da Jovem Guarda, gravou apenas cinco compactos
Alguém se lembra do Teddy Milton? O cantor obteve relativa repercussão em 1965 com a música “A casa do sol nascente”, uma versão de “The House Of The Rising Sun”, da banda britânica The Animals, hit que se destacou pelo arranjo dramático do Alan Price, autor da música e organista do grupo, e os vocais uivados de Eric Burdon, numa combinação perfeita. Com sua bonita e potente voz, o brasileiro apresentou uma releitura limpa da canção, boa de ouvir, e foi o primeiro a gravá-la, disputando espaço com a original na programação das rádios. A canção estava fazendo sucesso, mas a Odeon preferiu investir e trabalhar pesado na divulgação da regravação feita por outro iniciante, Agnaldo Timóteo, contratado da mesma gravadora, e ofuscou Teddy Milton, nome artístico dado pelo Tony Campello.

Milton da Cunha, seu nome de batismo, nasceu em 4 de fevereiro de 1945 na cidade de Jundiaí, em São Paulo, onde faleceu em 25 de janeiro de 2005, prestes a completar 60 anos, por complicações decorrentes de um AVC. Deixou dois filhos - Katia Regina e Christian Cesar - que, assim como o pai, são cantores. Pra lembrar o artista, que merecia e tinha talento pra fazer sucesso,  o nosso amigo e colaborador Aderaldo montou, e agradeço por enviá-la,  esta coletânea com as 10 gravações conhecidas do cantor, extraídas de cinco compactos simples, lançados pela Odeon, Copacabana e Epic/CBS. O destaque é a faixa bônus, “A casa do sol nascente”,  ripada de vídeo (aqui) do canal TV Japi Música e Amigos, no YouTube, em homenagem ao intérprete, que tem nesse registro a voz adicionada com a do casal de filhos e a do neto Marcelo.  Ficou muito bom. Confira:

01. 1964 – Meu broto (My Bonnie)
(Tradicional – Adaptação: Fred Jorge))
02. 1964 – Primeira estrela (First Star)
(Doc  Pomus  - Mort Shuman – Versão: Fred Jorge)
03. 1965 - A casa do sol nascente (The House Of The Rising Sun)
(Alan Price – Versão: Fred Jorge)
04. 1965 - O rebelde (The Rebel)
(Richard Markowitz – Andrew Fenady - Versão: Fred Jorge)
 05. 1965 – Se ela voltar 
(Hamilton di Giorgio)
06. 1965 – Você me compreende (I Love You Because)
(L. Payne – Versão: Fred Jorge)
07. 1966 - A ópera
(Hamilton Di Giorgio - Afonso Soares)
08. 1966 – Anjo do amor (Angel  D’Amore)
(Aviles - Strom – Poll – Versão: Hamilton Di Giorgio)
09. 1972 - Chora
(Teddy Milton – Fred Jorge)
10. 1972 – Glória, glória, Aleluia
(Adaptação: Fred Jorge)
11. 2013 - A casa do sol nascente (The House Of The Rising Sun)* 
(Com Teddy Milton e família: Katia Regina (filha), Marcelo (neto) e Christian Cesar (filho)
(Alan Price – Versão: Fred Jorge)

* Extraída de vídeo da TV Japi Música e Amigos, no YouTube 


COLABORAÇÃO: Aderaldo



3 comentários:


  1. http://www45.zippyshare.com/v/iQaIR2He/file.html

    ResponderExcluir
  2. Fiquei - e estou até agora - emocionado com a comovente faixa que, em uma feliz montagem, reuniu as vozes de filha, filho e neto com a voz do paí/avô Teddy Milton. Esta postagem da esplêndida página "Sintonia Musical" reputo como um dos mais justos resgates que já foram feitos de um artista de algum tempo atrás. Teddy Milton, com sua bela voz límpida e máscula devia ter tido uma maior presença no cenário da música "jovem" brasileira; Talvez, por características nacionais próprias, isso não aconteceu. De qualquer forma, ficou documentado em disco o seu imenso potencial insuficientemente explorado. Valeu demais! Muito grato. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você. Teddy Milton foi um talento desperdiçado. Muito obrigado pelo comentário. Abs.

      Excluir