Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de maio de 2016

The Killers - Nem vem que não tem (LP 1968)

 
LP do selo Atonal tem versões vocalizadas e instrumentais de grandes sucessos
Este é mais um daqueles álbuns que comprei no formato de CD genérico, sem as ilustrações originais do disco. Felizmente, encontrei na rede a capa do LP com boa resolução, e achei interessante editar a parte gráfica e apresentar o disco no blog, mesmo sem as ilustrações da contracapa e das etiquetas do vinil, como faço questão de oferecer. A presente postagem, portanto, é uma das exceções, e levo em consideração a raridade do disco, vendido por R$ 400,00 no Mercado Livre. Procurei informações sobre o grupo, e nada encontrei, a não ser que tem homônimo norte-americano e era formado por João Bosco, Luiz Carlos, João Carlos e Gustavo. A banda ainda gravou outro LP, “É pra derreter”, em parceria com o músico Ararype, também pelo selo Atonal e com repertório da Jovem Guarda. Este LP, lançado em 1968, traz versões instrumentais e vocalizadas de grandes sucessos nacionais e internacionais. Confira:

01 - Máscara Negra
(Zé Keti - Pereira Matos)
Linda Mascarada
(João Roberto Kelly - David Nasser)
02 - Blue Moon
(Richard Rodgers - Lorenz Hart)
Rosas Vermelhas Para Uma dama Triste  (Red Roses For A Blue Lady)
(Sid Tepper - Roy Brodszky)
More
(Ortolane Oliviere)
03 - These Boots Are Made For Walkin'
(Lee Hazlewood)
04 - Hanky Panky
(J. Barry - E. Greenwich)
05 - Driften
(Marvin)
06 - A Fuga
(J. Carlos)
07 - Marcianita
(J.Marcone - G. Alderete)
Terezinha De Jesus
(D.P.)
Fita Amarela
(Noel Rosa)
08 - Thunderball
(Don Black - John Barry)
09 - Penetration
(Steve Leonard)
10 - Nem Vem Que Não Tem
(Carlos Imperial)
11 - Twisted
(Wilson - Bogle)
12 - Run For You Life
(Lennon - McCartney)




Um comentário: