Pesquisar este blog

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Giane - Todos os caminhos (CS 1964 - 78 RPM)

 Disco da Giane, produzido pela Chantecler, teve versões de 33 e 78 RPM 
A indústria fonográfica brasileira deu por encerrada em 1964 a produção de discos de 78 RPM, de 10 polegadas, fabricados em goma-laca, e introduzidos no País em 1902. A vez era do vinil, conhecido no País desde 1951, quando foi lançado o primeiro LP, e o mercado passou por um período de transição entre o velho formato e o novo, representado pelo compacto simples de 33 RPM, de sete polegadas. Por esse motivo, boa parte dos lançamentos até 1964 era disponibilizada no mercado nesses dois formatos, incluindo os discos de 45 RPM, também de sete polegadas, que não vingaram no Brasil. Um exemplo dessa transição é este disco da Giane, provavelmente de um dos últimos lotes em 78 RPM da gravadora Chantecler, e que também foi lançado em single de 33 RPM. Achei interessante postá-lo, especialmente pela curiosidade, pois encontrei na rede a capa do disco, lançado em 1964, com as músicas “Todos os caminhos” e “Saudade que não foi sequer saudade”. Confira:

01 - Todos os caminhos [Tous kes chemins]
(Soeur Sourire – vs: Paulo Queiroz)
02 - Saudade que não foi sequer saudade
(Hervê Cordovil)



2 comentários:

  1. http://www35.zippyshare.com/v/GjA9h76J/file.html

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhh, Chico! Brigadão por mais esse tesouro! Que voz doce tinha essa menina! Parabéns!

    ResponderExcluir