Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 11 de outubro de 2015

Banda Reflexu's - Serpente negra (LP 1988)

 Segundo LP da banda foi lançado após o sucesso de "Madagascar Olodum"
Aqui está um interessante álbum da Banda Reflexu’s, lançado em 1988 pela EMI-Odeon, logo após o estrondoso sucesso do primeiro LP, capitaneado pelo hit “Madagascar Olodum”. O grupo, de axé e samba-reggae, se destaca pela qualidade musical e conteúdo das letras, que prezam a valorização da história e cultura afro-brasileira. O principal destaque deste álbum é a releitura de “Pra não dizer que não falei das flores”,  do Geraldo Vandré. A banda, surgida em meados de 1986, era formada pelos vocalistas Marinez, Julinho Cavalcanti e Marquinhos, além dos músicos Ronaldo, Washington, Ubiratan (Bira), Ednilson, Abílio e Wilson Pedro. Com o decorrer do tempo, a formação da banda foi modificada como a entrada de Wil Carvalho no lugar de Marinez, que partiu pra carreira solo, investindo no segmento gospel. A banda gravou mais três álbuns: Kabiêssele (1989), “Bahia de Todos os Sons” (1990) e “Atlântida” (1993), sem contar as coletâneas. Confira o segundo disco:

01 - Serpente negra
(Ytthamar Tropicália - Valmir Brito - Gibi - Roque Carvalho)
02 - Quilombo dos Palmares
(Ytthamar Tropicália - Valmir Brito - Gibi)
03 - Chicote não
(Robson Duarte - Zanoni Ferrari)
04 - Canto a minha cor
(Música: Rabutta - Nêgo Dó - Letra: Fernandes)
05 - Sou nordestino
(Marquinhos - Bira Marques)
06 - Pra não dizer que não falei das flores
(Geraldo Vandré)
07 - Deuses afro-baianos
(Ytthamar Tropicália - Valmir Brito)
08 - Super raça ylê-ayê
(Ytthamar Tropicália)
09 - Mariê
(Julinho Cavalcanti - Guga Cavalcanti)
10 - Jardim de Ébano
(Djalma Luz)
11 - Jogo duro
(Roque Carvalho)
12 - Café com leite
(Edil Pacheco - Béu Machado)



Um comentário: