Pesquisar este blog

sexta-feira, 15 de maio de 2015

B. B. King - The Blues (Homenagem póstuma)


CD de 1991 apresenta 20 grandes sucessos do Rei do Blues, falecido nesta sexta

O dia amanheceu mais nublado e vazio nesta sexta-feira, dia 15, com a triste notícia sobre a morte do B.B. King durante a madrugada, enquanto dormia, em Las Vegas, nos Estados Unidos, aos 89 anos. No início de abril, o guitarrista havia sido hospitalizado após sofrer desidratação por causa da diabetes tipo 2 da qual sofria há mais de 20 anos. Ele voltou a ser internado há poucos dias e morreu em decorrência da doença. Em homenagem póstuma, escolhi este "The Blues", CD lançado em 1991 pela Imagem, com 20 hits que sintetizam parte da obra que o qualifica a figurar no Hall da Fama do Rock and Roll desde 1987. Tomei a liberdade de produzir a arte gráfica da capa e contracapa pra ilustrar o post, com duas fotos de divulgação da Polar Music Prize, sendo que a original (na foto menor abaixo) encontra-se na pasta com o áudio e demais ilustrações do CD. O músico se despede dos fãs com 16 prêmios Grammy, mais de 50 discos gravados em quase 60 anos de carreira e várias músicas que marcaram época. 

Considerado o maior guitarrista de blues da atualidade, verdadeira lenda, Riley B. King nasceu em 16 de setembro de 1925, no Mississippi, Estados Unidos. Sua infância foi parecida com a de milhares de meninos negros, trabalhadores agrícolas nas grandes plantações de algodão do sul segregacionista. No início, tocava nas esquinas e em bares. Comprou o primeiro violão quando a falta de eletricidade no interior do país fazia dos instrumentos musicais a maior atração dos anos de 1940. Autodidata, teve a sorte de contar durante a adolescência com o apoio protetor de Bukka White, seu primo. Este guitarrista, muito renomado na região, deu as dicas de guitarra ao futuro gênio e o levou a descobrir a grande cidade da música, Memphis, para onde se mudou em 1947. A carreira ganhou fôlego em 1949 ao ser contratado como DJ de uma rádio, onde recebeu o apelido que o eternizou, Blues Boy, ou B.B.

Seu primeiro grande sucesso nacional foi “Three o'clock blues”, que estourou nos anos 1950. A partir daí começou a fazer turnês sem parar. Só no ano de 1956 sua banda chegou a fazer 342 apresentações. B.B. King criou um estilo autêntico de guitarra. Em seus solos, ao contrário de outros guitarristas, o Rei do Blues preferia usar poucas notas. Ele dizia que conseguia fazer uma nota valer por mil, e a partir daí não parou mais de gravar e se apresentar, inclusive no Brasil, em várias ocasiões. A última turnê foi em 2012 nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Foi na época em que o músico fez parceria inesperada com o presidente Barack Obama durante show de blues na Casa Branca. Hoje, ao comentar sobre a morte do artista, o presidente lembrou do fato em um comunicado, no qual relata sobre o momento em que, encorajado pelo músico durante a apresentação, ele mesmo assumiu o microfone para cantar Sweet Home Chicago. "O blues perdeu seu rei e os Estados Unidos perderam uma lenda", homenageou Obama.

Apaixonado por instrumentos, King chegou a enfrentar um incêndio durante show para salvar uma de suas guitarras. O fogo teria começado numa disputa entre dois rapazes por uma garota. Depois desse episódio, suas guitarras passariam a ser carinhosamente chamadas de “Lucille”, o nome da jovem. Seu talento inspirou outros grandes guitarristas, como Stevie Ray Vaughan, Jeff Beck, Jimi Hendrix, George Harrison, Buddy Guy e Eric Clapton. Na lista de 2003 dos 100 maiores guitarristas de todos os tempos, a revista "Rolling Stone" classificou King como nº 3, atrás apenas de Jimi Hendrix e Duane Allman. O músico casou duas vezes. Primeiro com Martha Lee Denton, com quem viveu entre 1946 e 1952; e, depois com Sue Carol Hall, entre 1958 e 1966. O artista deixa 14 filhos e mais de 50 netos, além da obra que se eterniza. Confira:

01 - You Upset Me Baby
02 - Every Day I Have the Blues
03 - Five Long Years
04 - Sweet Little Angel
05 - Beautician Blues
06 - Dust My Broom
07 - Three O'Clock Blues
08 - Ain't That Just Like a Woman
09 - I'm King
10 - Sweet Sixteen, Pt. 1
11 - Sweet Sixteen, Pt. 2
12 - A Whole Lot of Lovin'
13 - Mean Old Frisco
14 - Please Accept My Love
15 - Goin' Down Slow
16 - Blues for Me
17 - You Don't Know
18 - Early Every Morning
19 - Blues at Sunrise
20 - Please Love Me

Fonte/Fotos:  Polar Music Prize





Um comentário:

  1. http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/0858+-+BBK,548446121.rar(archive)

    ResponderExcluir