Pesquisar este blog

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Luiz Carlos Clay - Antologia Canção da Paz (2015)

 Luiz Carlos Clay, hoje cantor gospel, iniciou carreira no período da Jovem Guarda
 Antologia reúne músicas extraídas de oito singles, três EPs e três coletâneas
Um velho ditado já diz que a união faz a força, e esta antologia do Luiz Carlos Clay é um exemplo, porque soma discos de duas coleções, a minha e a do nosso amigo Aderaldo, a quem agradeço pela colaboração de sempre. A seleção, dividida em dois CDs, reúne canções lançadas em oito compactos simples, três duplos e três coletâneas, totalizando 31 músicas, entre as quais “Vuelve conmigo amor”, finalista em 1975 do XVI Festival da Canção de Viña Del Mar, no Chile, assim como a versão em português, “Volta pra mim amor”.  Gostei de montá-la porque, além de poder ouvir um bom intérprete, também descobri um registro musical que não conhecia: “Velho realejo”, do Custódio Mesquita e Sady Cabral, fornecido pelo Aderaldo. Infelizmente, o meu EP com a faixa “Só quero” está com defeito, e a mantive no repertório até futura substituição.

Luiz Carlos Clay nasceu no Recife, PE, em 16 de junho. O pai, carioca, conheceu sua mãe lá por ocasião da parada do navio que ia para a Itália lutar na Segunda Guerra. Casaram e tiveram nove filhos, dos quais dois morreram, e todos receberam nomes de líderes comunistas. O pai era comunista e servia a esse partido. Esteve preso com Luiz Carlos Prestes, no Rio, e prometeu que um dia daria esse nome a um filho, em sua homenagem. Esse filho é Luiz Carlos Clay, que iniciou a carreira artística em 1966 na CBS (Sony). Na gravação do seu terceiro disco, Clay já estava com toda a família no Rio de Janeiro, inclusive a irmã, a cantora Kátia Cilene, que fez sucesso em 1968 com a música “Bilhetinho Apaixonado”, do Othon Russo, produtor da CBS. 

Ele costuma contar que, após ser contratado no final dos anos 1960 para participar do quadro “Os galãs cantam e dançam aos domingos”, do programa Silvio Santos, passou a se reunir com outros artistas que gostavam de tomar uns uísques. “Me tornei um alcoólatra com todas as letras!”, admite. Depois de oito anos sem ver os filhos, Luiz Carlos Clay foi convidado pelo primogênito para cantar em seu casamento, desde que não bebesse na cerimônia. Ele foi, cantou, conheceu o neto nesse mesmo dia, e nunca mais bebeu. A partir de então, Luiz Carlos Clay tornou-se evangélico, casou-novamente, é sócio do Capítulo 095 da Adhonep (Associação dos Homens de Negócio do Evangelho Pleno), em São Gonçalo, no Rio, e continua cantando com sua bonita voz. Confira:

CD 01

01 - 1966 - Uma casa sobre o mundo (Una casa in cima al mondo)
(P. Donaggio - V. Pallavicini - vs: Rodrigues Filho)
02 - 1966 - Eu nasci pra você (Sono nato con te)
(P. Donaggio - V. Pallavicini - vs: Antonio Aguillar)
03 - 1966 - Tente lembrar (Try to remember)
(H. Schimidt - T. Jones - vs: Nazareno de Brito)
04 - 1966 - Livre (Born free)
(Don Black - John Barry - N. Bourget)
05 - 1967 - Vivemos duas vezes (You only live twice)
(Bricusse - Barry - vs: Bruno Silva)
06 - 1967 - Lady
(Kaempfert - Rehbein - vs: Nazareno de Brito)
07 - 1967 - Silêncio do cantor
(Joubert de Carvalho - David Nasser)
08 - 1969 - Homem de pedra
(Deny)
09 - 1969 - Marcha dos meus amores
(Jota Dangelo - Hugo Luiz)
10 - 1969 - Sempre a te esperar
(Carlos Cruz - Wilton Franco)
11 - 1969 - Nosso destino
(Anires)
12 - 1971 - Só quero (faixa com defeito)
(Evaldo Braga - Carmen Lúcia)
13 - 1971 - Fica
(Paulo Roberto - Carlos Clay)
14 - 1971 - Você mudou demais
(Dick Junior)
15 - 1971 - Eu gosto tanto de você
(Nelson Ned)

CD 02

01 - 1973 - Te amo (Cuban love song)
(H. Sothart - J. Mc Hugh - D. Fields - vs: Waldir Santos)
02 - 1973 - Até que apareceu você
(Claudio Fontana - Sandra)
03 - 1973 - Velho realejo
(Custódio Mesquita - Sady Cabral)
04 - 1974 - Laura
(Antonio Carlos - Jocafi)
05 - 1974 - Cada dia que passa
(Caca - Levy)
06 - 1975 - * Volta pra mim amor (Vuelve conmigo, amor)
(Santiago - vs: Fred Jorge)
07 - 1975 - Quero ouvir o mundo cantar (Quiero ver a todos cantar)
(Santiago - vs: Fred Jorge)
08 - 1975 - A família, base de uma grande nação
(Claudio Fontana)
09 - 1975 - Eu ainda estou aqui
(Carlos Clay - Santiago)
10 - 1977 - Rugas
(Luiz Eduardo - Carlos Clay)
11 - 1977 - Eu gosto de você
(Cézar - Tony Damito)
12 - 1977 - Vem...
(Cleide)
13 - 1977 - E tu te vais (Y te vas)
(José Luis Perales - vs: Silvia Boarato)
14 - 1982 - Canção da paz
(Gilda de Abreu - Marina Ghiaroni)
15 - 1982 - Fim de tarde
(Wilton Franco)
16 - * Vuelve conmigo amor
(Santiago)

 Finalista do XVI Festival da Canção de Viña Del Mar, no Chile

Com acervo do Aderaldo 


9 comentários:

  1. 2015 chicão tá com a corda toda, heheh. Beleza de postagem!!

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Choco!

    Por favor. Checa e veja se o link está OK.
    Já baixei duas vezes pelo internet download manager e uma pelo JDownloader. Sempre dá mensagem de erro dizendo que o último arquivo do disco 2 está corrompido.
    Agradeço-lhe, antecipadamente.

    ResponderExcluir
  3. Desculpe-me, Chico.

    Não tive a intenção de fazer o trocadilho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esquenta. Até eu achei engraçado. (rs)
      O link foi refeito. Abs.

      Excluir
    2. Antonio Magalhães27 de janeiro de 2015 23:55

      Interessante simples deslize de teclado citar o oposto e aproveitando:
      Que o Chico possa checar um dia CHICK TALLI e seu Conjunto. Abs.

      Excluir
  4. Chico realmente quando dizipamos as três últimas músicas do CD 2 dá erro.
    Um abraço
    toinho.se@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela excelente edição de "Só quero". O novo link traz a faixa editada e enviada por você. Abs.

      Excluir
  5. Link atualizado:

    http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/0729+-+LCCLAY,206797682.rar(archive)

    ResponderExcluir