Pesquisar este blog

sábado, 13 de setembro de 2014

Gretchen, uma relação de preconceito e amor oculto

Coletânea da Gretchen é campeã de download em primeiro dia de postagem

A antologia “Dance with me”, da Gretchen, postada na terça-feira, dia 9, é recorde em downloads no blog. Nunca, em três anos de história do Sanduíche Musical e do SintoniaMusikal, uma postagem atingiu marca de três dígitos no primeiro dia. Foram exatos 123 downloads. É verdade que o SintoniaMusikal não figura entre os mais acessados da rede, mas mantém-se estável entre 850 e 1.250 visualizações diárias. Considerando esses dados e os cerca de 1 mil postagens efetuadas, posso concluir que, ao contrário da minha expectativa, Gretchen é no SintoniaMusikal a rainha dos downloads.

Não posso falar por outros blogs, mas aqui a demanda por pasta oscila em média entre 30 e 50 durante as primeiras 24 horas. Considero, acima de 50 downloads, performance muito boa. Não me lembro de nenhum disco que tenha alcançado aqui marca superior a 80. Hoje, manhã de sábado, quatro dias após o post, a coletânea da Gretchen, com músicas pra lá de manjadas no repertório, contabiliza 260 downloads. Figurava, já no segundo dia, em primeiro lugar na lista dos mais populares da semana. No ranking do mês, é vice-líder, e perde apenas para a coletânea dupla “Os dois lados do sucesso”.

Pra se ter ideia do desempenho da Gretchen, vou citar a postagem feita em 8 de agosto último. Trata-se do raro LP de 1976, cedido pelo amigo Aderaldo, inédito na rede, da cantora Joelma, respeitada e de sucesso nos anos 1960 e 1970. Sabe quantas pessoas baixaram este raro disco? Até o momento somam 211 downloads em 35 dias, segundo o Minhateca, e esse desempenho não é ruim. O post da Gretchen, surpreendentemente, superou o da Joelma em apenas três dias. Outro exemplo é o disco “Pery é todo bossa”, do Pery Ribeiro, postado em 3 de setembro de 2013. Fui obrigado a criar um novo link em abril último porque o original foi invalidado por superar 30 dias sem download. Vários outros títulos seguem essa mesma trajetória de renovação de links.

Quando constatei a marca recorde obtida pela Gretchen, imaginei com jeito inocente de quem não sabe de nada, de que teria pelo menos um comentário no post. Encontrei apenas o silêncio dos ocultos. A aparente falta de repercussão me leva a concluir que as pessoas têm preconceito contra a Gretchen, mas a escolhe na hora de ouvir música, sem que a pessoa ao lado saiba, é claro, pois não é de bom gosto curti-la. Mérito pra rainha do bumbum. A minha conclusão ganhou força pelo primeiro comentário, redigido na tarde de ontem, alusivo ao post. Trata-se de um anônimo, bem articulado e de fino trato nas palavras.  Não costumo responder a anônimos,  por motivos já explicados, mas neste caso merece a reprodução do texto:

“Chico, teu blog é muito bom. Resgata joias da MPB, principalmente, da velha Jovem Guarda, que o lixo de hoje ofusca. Essas joias se ñ fizeram sucesso é questão de peso e medida, como diz o grande Billy Blanco no seu Canto Chorado, defendido por Jair na primeira e última Bienal do Samba (1968) vencida por Lapinha de Baden Pawell e Paulo Cesar Pinheiro. Portanto, Grande Chico, com todo respeito do mundo, ñ macule sua performance com bagulhos como essa senhora, que, com certeza, é uma das pioneiras contribuintes para o fim da música e de compositores como os citados acima”.

Agradeço o comentário – sempre bem-vindo – e entendo que o pensamento do amigo anônimo sintetiza o de muita gente, que a trata como "Geni" da MPB. Fico me perguntando se, de fato, Gretchen é uma das pioneiras contribuintes para o fim da música e de compositores como os citados no texto. A culpa é da Gretchen? Como fica a máquina ou o sistema que cria e massifica ídolos? Como se explica o recorde de downloads obtidos por ela no blog? Por falar nele, não me preocupo em macular minha performance devido ao conteúdo. O texto de apresentação, no cabeçalho, deixa claro que o SintoniaMusikal “é um blog amador e eclético sobre música”. Não tenho preconceito contra nenhum tipo de música, e não se surpreenda no dia em que postar um disco da Rita Cadillac. Afinal, o espaço é democrático, e está aberto pra todos.


24 comentários:

  1. Prezado Chico.
    Meu nome é Rodrigo e gostaria de parabenizar-te pelo excelente blog. e suas fantásticas postagens. Li sobre o amigo anônimo e o post Gretchen e eu não me contive e quero deixar minha opinião contigo.. Gosto de música de diversos estilos, e a música conhecida como brega das antigas tem um efeito nostálgico grande sobre muitos de nós. O sucesso Gretchen Também se deve pelo fato de ser uma coletânea de compactos raros com uma ótima arte gráfica. deixo a sugestão de postares outras como esta foi feita. Muito Obrigado por todos os posts, continue firme e mesmo que não deixemos um comentário sempre, saiba que te agradecemos de pensamento por cada dia de postagem. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certas gravações postadas = polemizar.

      Excluir
  2. Meu querido Chico, sou um fã incondicional do blog, rezo por vc pra que nunca falte postagens diversas e que possam agradar os mais variáveis gostos. Eu ADORO o som da Gretchen, pois tive a minha infância formada musicalmente pelo rádio AM e pelos programas de auditório da televisão, como o Qual é a música, Clube do bolinha e a Discoteca do Chacrinha, onde cantores populares como a Gretchen e tantos outros, que não dá para citar aqui, pois ocuparão muuuiiitas páginas, eram presenças constantes, mas que aprendi a gostar e que me trazem maravilhosas e doces lembranças. Depois de adulto conheci e me apaixonei pela chamada MPB, com letras e melodias mais "trabalhadas", mas não deixo de ouvir o brega, o popular, a era do rádio, a jovem guarda, a boa musica caipira, o samba de raiz, etc...etc..etc..Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Chico, eu também não gosto do som da Gretchen, nem sabia q ela tinha gravado discos, achava q era só uma cantora de auditório ou dançarina (tipo as Chacretes!!... Ahhhh AS CHACRETES!!! :-P). Mas tenho q confessar q não contive a curiosidade e baixei essa postagem. Tá certo, eu fiquei MUUUUITO mais curioso pq tu sempre coloca as artes das capas, encartes, etc, e queria ver se a Gretchen era tudo aquilo q minha lembrança de criança deixou registrado.
    Enfim, bobagens a parte, realmente a música dela não é o que eu procuro no teu blog, mas adoro me sentir parte de um espaço eclético, onde a gente fala de coisas interessantes, cruza com a história, relembra o passado, olha o futuro, se diverte, e tudo através da música...

    Abraço
    Leandro Albuquerque

    ResponderExcluir
  4. CARA, Ñ SABIA QUE VC COMUNGA COM A IDEOLOGIA DA CENSURA CONTRA A LIVRE MANIFESTAÇÃO DE PENSAMENTO. TÕ SURPRESO PELA SUA ATITUDE DE CENSURAR MINHA OPINIÃO SOBRE ESTE LIXO MUSICAL. CARA, SE Ñ ME FALHA A MEMÓRIA, PARECE QUE VC JÁ CRITICOU POLÍTICOS NO BLOG E, PRINCIPALMENTE, COMO UM PALADINO DA LIVRE MANIFESTAÇÃO É UM FERRENHO CRÍTICO ÁS GRAVADORAS QUANDO ELAS RETIRAM POSTAGENS OU CONTRIBUEM PARA FECHAR BLOGS. CARA, KD TUA C0ERÊNCIA ?

    ResponderExcluir
  5. CHICO, DESCULPE PELO PRECIPITADO COMENTÁRIO SUPRA. CONFESSO QUE FIQUEI CHATEADO EM Ñ VER MEU COMENTÁRIO ENTRE OS OUTROS NA DEVIDA SEÇÃO. ENTRETANTO SÓ DEPOIS FOI QUE PERCEBI QUE VC Ñ HAVIA DELETA, MAS O INSERIRA EM UM COMENTÁRIO, ONDE VC ENSEJA UMA DISCORDÂNCIA E, AO MESMO TEMPO, DEIXA NO AR SE O LIXO DE HOJE É CULPA DOS PIONEIROS, COMO A DITA CUJA, OU DE OUTROS FATORES. BEM, AÍ Ñ VOU METE-ME, MAS CONTINUO COM MINHA OPINIÃO NO PRIMEIRO COMENTÁRIO SOBRE SEU BLOG.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, eu já estava com a resposta pronta quando vi o seu adendo. (rs)
      A verdade é que, pelo primeiro comentário acima, fiquei sem entendê-lo, pois em nenhum momento critiquei ou censurei sua pessoa/mensagem. Agora, nesta segunda, o fato se esclareceu.
      Enfim, citei seu comentário como derradeiro pra eu confirmar o que já desconfiava: muita gente baixa (vide recorde de downloads), não se expõe (daí a falta de comentários), mas ouvem a Gretchen. Nesse caso, o preconceito contra ela é maior porque, na minha opinião, a sua música se mistura com outros valores relacionados à sua biografia que inclui problemas familiares, casamentos desfeitos e até filme pornô.

      Excluir
  6. Prezado Chico, apesar de eu ter me afastado da INTERNET (estou dizendo que não mais me coloco à participar com o meu nome Sidney Ferreira Firmino), por causa de conflitos com DETERMINADAS FIGURAS que se dizem conhecedores e colecionadores de discos no Facebook, pra mim UM BANDO DE VAIDOSOS QUE AO INVÉS DE BUSCAR COMPARTILHAR OS SEUS CONHECIMENTOS E TAMBÉM, DE TER A HUMILDADE DE QUERER APRENDER COM OS OUTROS, FICAM CRITICANDO QUEM O FAZ, eu decidi me manifestar sob o comentário preconceituoso deste Anônimo, que se colocou à discriminar a Gretchen, como "senhora, que, com certeza, é uma das pioneiras contribuintes para o fim da música". Ele sim, é com toda a certeza, uma pessoa que contribui para o fim da DIVULGAÇÃO DA MÚSICA DE FORMA DEMOCRÁTICA, censurando com está atitude de discriminação à certos gêneros, artistas e determinadas épocas. Desestimulando a continuidade de blogs que fazem este belo trabalho de divulgação e resgate da música em geral. Por pessoas como estás, que ao invés de contribuirem com o blog ficam desfazendo-o, é que eu fechei o meu blog. Infelicidades à todos eles que deixaram de ter de minha parte aquilo que eu buscava compartilhar sob conhecimento cultural. Odeio, quando certas pessoas idosas, dizem: "na minha época era diferente, não haviam essas porcarias". Pois bem, digo que haviam SIM e dou exemplo, do que estou afirmando. Desde, o início das gravações de discos no Brasil, isso na primeira década do Século XX, se gravavam músicas extremamente impróprias aos ouvidos da chamada SOCIEDADE DE BEM. Um exemplo disso é a cançoneta "A Boceta de Rapé", gravada pelo cantor Mário Pinheiro (https://www.youtube.com/watch?v=fLDFS8LqJno). Antigamente, haviam músicas de bom gosto, como também de mau gosto. Assim, como atualmente, tem músicas de bom gosto, como também de mau gosto. Eu escuto de tudo, desde música clássica até funk. Sem discriminar ninguém. Agora, pra falarem mal desta juventude alegre, que curti a vida nas baladas (se os jovens bebem ou fumam, aí é problema deles. Estou me referindo ao som dessa juventude), as pessoas preferem dizer que gostam de Roberto Carlos (porque ele é sem dúvida nenhuma a maior referência da nossa MPB), mas não querem comentar sob a sacanagem que o chamado 'Rei' fez pra faturar milhões de reais, enganando todo o povo brasileiro, dizendo que voltou à comer carne. Cada um escuta o que bem quiser. Já, eu prefiro escutar a Gretchen, com o seu BUMBUM, do que, ficar escutando os repetitivos discos de um Roberto Carlos, que já à muito tempo não traz uma novidade musical sequer e sim, surgi na grande mídia devido as suas mentiras. E... TENHO DITO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se, pra não ficar velho tem que morrer antes, bumbum vencido cantante
      (em idioma brasileiro?) minimiza o Cara... Que tudo mais vá pro inferno!

      Excluir
    2. Boceta com "O" só PRA guardar rapé.
      Como é bom saber: É Proibido Fumar.
      Olha. O tempo vai apagar. Aleluia. Fé!
      Adios. Freak le "bum bum" ñ reexalar.

      Excluir
    3. Vaaalha! Comparar a personagem 'inglencesaleira' ao REI,
      que as músicas de hoje são melhores: Fim dos tempos...

      Excluir
    4. Nada a ver falar sobre música igual bumbum com cantar.
      De canja"unzinha": Só RC/CANZONE PER TE do Brasil!

      Excluir
    5. Música ou Anatonia?

      Excluir
    6. Ou seja: "Anatomia".

      Excluir
    7. Corrigindo: Anatomia

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. O pesquisador e crítico musical Rodrigo Faour foi o responsável pelo lançamento dos discos de Maria Bethânia em CD. Fiquei fascinado, primeiro porque enfim iria ter acesso à obra de Bethânia, e também pelo seu vasto conhecimento da história da música brasileira. Recentemente Faour me surpreendeu mais uma vez, ao lançar a coletânea “Charme, Talento e Gostosura”, com as músicas da Gretchen. Com raciocínio lógico e coerente ele faz uma apresentação da personagem/cantora, que acho que encerraria as discursões aqui, sobre o porquê de ela figurar em uma obra “musical”. Porém quero parafrasear Gilberto Gil, que ao ser questionado sobre uma declaração em que afirmava gostar musicalmente da Sandy, respondeu: ”Ser Pop é gostar de”, “Simplesmente gostar de gostar”. Acho que também sou Pop, pois considerando Maria Bethânia a maior cantora brasileira, também gosto de GRETCHEN, e gosto de gostar!

    ResponderExcluir
  9. Prezado Chico, de fato, gosto não se discute, bem como, religião e política, afinal, cada um irá defender com elogios as suas preferências em detrimento aos que não sejam seus pares. De qualquer modo, postar esta coletânea (muito boa!) da outrora gostosona Gretchen, que inegavelmente, tornou-se uma personagem célebre no meio musical, goste-se ou não, do que ela tenha gravado ou de seu rebolativo cantar, não se pode simplesmente ignorá-la. Portanto, postar esta sua coletânea, possibilitou um número considerável de manifestações e comentários. Afinal, quem visita um Blog baixando suas postagens, deveria no mínimo, manifestar-se com um agradecimento, que fosse. Pois, penso ser este um trabalho de abnegados colecionadores generosos, que não se deixam levar pelo sentimento de posse e exclusivismo, que move pessoas a juntar objetos e coisas, mas, não se permitem jamais dividi-las, com ninguém, exatamente o caminha contrário, do que você Chico, e alguns outros escolhem ao criarem os seus Blogs (tão incompreendidos) através da WEB.
    Portanto, a consideração de um comentário agrdecido é o melhor incentivo... Daí, a Gretchen, conseguiu estimular os visitantes, não é? Por isto só, já foi válida a postagem de seus discos, de minha parte, eu confesso, ter descoberto muitos artistas, que me eram desconhecidos, outros, que jamais tivera paciência para ouvi-los, mas, após, baixar seus discos postados no Sintonia Musikal, ou no antigo "Sanduiche", me surpreenderam e muito. Portanto, não seja modesto, porque, este seu Blog é um dos mais completos e mais bem realizados no gênero, e, visita-lo periodicamente, já tornou-se hábito de muita gente, que aprecia a música, em todas as suas vertentes. Aceite,ainda, as minhas desculpas, por me alongar tanto, e continue com o seu excelente trabalho, postando sempre, o que você escolher e desejar, afinal, todo o trabalho para manter algo no gênero, é exclusivamente seu, e de alguns poucos e abnegados colaboradores, (que você jamais, deixa de creditar), e, quanto aos demais (dentre os quais, me incluo) que baixem o que lhes interessar, "não esquecendo de agradecer", e ignorem, o que não for de seu agrado, mas, sem criticas as suas escolhas. Afinal, para os insatisfeitos, existem várias soluções, não é? Uma delas, seria deixar a preguiça, e a comodidade, para criar os seus próprios Blogs, onde possam exercer o direito de fazer suas postagens elitistas, onde privilegiem, apenas, os grandes medalhões da MPB, de preferência para os que gravam na "Biscoito Fino", e depois, que tenham coragem para enfrentar as perseguições e acusações injustas de estarem fazendo pirataria, enquanto resgatam (como é o seu caso e de outros) a memória de nossa tão injustiçada Música Popular Brasileira.
    Atenciosamente,
    Alberto Minerva (Niterói - RJ)

    ResponderExcluir
  10. Chico, POR FAVOR, poste sim músicas da Rita que são dificílimas de encontrar. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E pensar que antigamente precisava ter voz, num só canal etc.

      Excluir
  11. Não sou fã, mas admito com todas as letras: GRETCHEN É MÍTICA E ÚNICA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem dá, mítica (mística?) só na imaginária personagem.
      E não é que foi conseguida a polêmica!

      Excluir
  12. Chico, onde está o link para baixar? Obrigado.

    ResponderExcluir
  13. Queremos mais Gretchen! Queremos mais Gretchen! Queremos mais Gretchen! Queremos mais Gretchen!

    ResponderExcluir