Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Manuela - Ave Maria no morro (LP 1965)

Manuela fez muito sucesso no Brasil em 1964 com "Mama, ich sag dir was"
Manuela? Quem é?

Esta era a pergunta feita pelo público discófilo de Berlim, na primavera de 1963, ao ouvir um disco que seria, dentro de poucos dias, enorme sucesso: “Schuld war nur der bossa nova” (Blame it on the bossa nova), cantado por uma jovem de nome Manuela. Quarenta dias depois de lançado, este disco conseguia enorme sucesso em toda a Alemanha, Áustria e Suiça. E como começou tudo isso? A resposta está na contracapa deste LP, lançado no Brasil em 1965 pelo selo Telefunken (Continental): “Poucos meses antes de sua estreia no disco, uma jovem de 19 anos, de Berlim, detrás de uma bancada, empunhando um maçarico, ganhava a vida trabalhando arduamente. Era uma bonitinha, porém obscura operária de uma indústria eletrônica, que nas suas tardes de folga, tinha como diversão frequentar com alguns amigos um clube de campo”.

Foi nesse clube, após cantar numa “music session”, que sua vida mudou. Os comentários sobre seus dotes vocais se espalharam como rastro de pólvora, e um dos diretores do clube a apresentou para um produtor da Telefunken. “Schuld war nur der bossa nova” conseguiu atingir a marca de um milhão de discos, e rapidamente foi convidada a participar do seu primeiro filme, provavelmente inédito no Brasil até hoje. Em setembro de 1963 iniciou uma tournée por toda Europa em companhia do cantor norte-americano Chubby Checker, o rei do twist. O single seguinte – “Ich geh’ neeh zur Schule” (acoplado com “Hey boy, lass doch den whisky”) vendeu, um dia depois de lançado, 18 mil cópias, o que a credenciou a gravar este seu primeiro LP. A partir daí, passou a colecionar sucessos, transformando-se numa das mais populares cantoras da Alemanha entre os anos 1960/1970.

No Brasil, devido ao sucesso da Rita Pavone, a Continental lançou em 1964 o compacto simples com “Mama, ich sag dir was”, extraída do primeiro álbum, obtendo grande sucesso. Em seguida, já em 1965, foi a vez do LP. O destaque do disco é a releitura de “Ave Maria no morro”, de Herivelto Martins. Manuela, com sua belíssima voz, transmite todo sentimento que a melodia exige, e arrisco apontá-la como a melhor interpretação que conheço desse clássico da MPB. A versão em alemão não fica nada a dever diante da letra original: conta “a história de um mendigo sentado numa esquina qualquer do Rio de Janeiro. Ele pega seu violão, dedilha uma melodia, começa a cantar uma canção, mas ninguém dá a mínima atenção, correndo apressados para seus afazeres, deixando sua bandeja vazia. Quando o mendigo já está sem esperanças, ele ouve o tilintar de duas moedas de ouro caindo na sua lata: ele olha pra cima e vê uma senhora toda de branco, muito bonita, se afastando... era a própria Nossa Senhora que o tinha socorrido!”, conforme tradução feita pelo blog (aqui) International Pop. Confira:

01 - Mama, ich sag dir was
02 - Ya ya twist
03 - Ein schiff wird kommen
04 - Ich geh' noch zur schule
05 - Ave Maria no morro
06 - Diana
07 - Hey boy, lass doch den whisky (Don't try to fight it baby)
08 - Horch, was kommt von draußen rein
09 - Schneemann
10 - Hello Mary Lou
11 - Vaya com Dios
12 - Lollipop
13 - Spiel' noch einmal für mich, Habanero
14 - Schuld war nur der Bossa Nova (Blame It on the Bossa Nova)


5 comentários:

  1. http://www5.zippyshare.com/v/98185682/file.html

    ResponderExcluir
  2. gostei, sempre quis saber algo sobre a cantora Manuela que me lembro desde que surgiu a reeleitura de Ave Maria no morro , muito bem gravada
    . um admirador- beds

    ResponderExcluir
  3. desculpe, mas o link é de outro álbum, Erwin Wiener.
    mesmo assim agradeço.

    ResponderExcluir
  4. Novo link:

    http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/0496+-+MNELA,200340194.rar(archive)

    ResponderExcluir