Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Antonio Borba - Amor verdadeiro (LP 1978)

Álbum do Antonio Borba foi produzido por Ronaldo Correa, dos Golden Boys
Na contramão da tendência musical do final dos anos 1970, dominada pelo balanço das discotecas, o cantor Antonio Borba lançou em 1978 pela Polydor/Polyfar (selo da Philips) este álbum de boleros. O LP, com direção de produção do Ronaldo Correa, dos Golden Boys, traz canções assinadas por autores como Dominguinhos, Anastácia, Isolda, Roberto Correa, Sylvio Son, Cláudio Fontana e outros.  O cantor nasceu em Varginha (MG), onde iniciou carreira artística na década de 1950, apresentando-se na Rádio Clube de Vargínha. Foi numa dessas apresentações que foi descoberto pela dupla Cascatinha e Inhana, famosa na época, que o levou para a capital paulista. A primeira chance foi no "Programa César de Alencar", na Rádio Record, e acabou contratado por Walter Silva, o famoso "Pica-Pau", para o programa "Toca do Disco". Em seguida, Antônio Borba foi crooner da Orquestra de Simonetti e também de Sílvio Mazzuca. Também atuou na Grande Orquestra de Georges Henry, da TV Tupi de São Paulo, e cantou no show de apresentação do cantor norte-americano Johnny Mathis.

Sua estreia no disco foi em 1966, no ápice da Jovem Guarda, com as músicas "Sozinho" (Soli) e "Linda espanhola", pela RCA Victor. O sucesso veio no ano seguinte com o single "Na noite que se vai", uma versão de Hamilton Di Giorgio para "L'Amore se ne va", de Morina, D'Ercole, Melfa e Atmo, que postei  (aqui) no SanduícheMusical, meu blog anterior. Na ocasião, excursionou com o também cantor Agostinho dos Santos, cantou ao lado de Juca Chaves, tocou com Hermeto Pascoal, e participou do " Encontro Show Samba no Chão", ao lado de Adoniran Barbosa e Demônios da Garoa. No cinema, participou do filme “Perigo à vista”, estrelado pelo Agnaldo Rayol, e até posou para fotonovela ao lado da cantora Waldirene. Também excursionou com a orquestra do maestro argentino Carlos Piper, e se apresentou nos principais programas de TV. O cantor, ainda na ativa, tem discos gravados na RCA Victor, Odeon, Som Livre, Paulinas e outras. Confira este:

01 - Você está me perdendo
(Claudio Fontana)
02 - Eu e você, nós três
(Roberto Correa - Sylvio Son)
03 - Perdoa a minha letra (Perdoname la letra)
(Chico Novarro - vs: Ronaldo Correa)
04 - Quando eu menos esperar
(Isolda)
05 - Amor verdadeiro
(Anastácia - Dominguinhos)
06 - Te quero tanto
(R.Moraes - Nézinho)
07 - O último ato (El ultimo acto)
(Chico Novarro - Muñeca - Mandy - vs: Ronaldo Correa)
08 - Bijouteria
(Roberto Correa - Sylvio Son)
09 - Igual a você (Lo mismo que usted)
(P. Ortega - D. Ramos - vs: Ronaldo Correa)
10 - Não me negue amor
(Gibran - Bruna)
11 - Despertar com você
(Antonio Borba - Jean Pierre)
12 - Letra do envelope
(Lucio Cardim - Candido Idalírio dos Santos)

FICHA TÉCNICA

Estúdio - Phonogram
Direção artística - Pedro da Luz (Pedrinho)
Direção de produção - Ronaldo Correa
Arranjos - Miguel Cidras
Técnicos de gravação e mixagem - Jairo Gualberto - João Moreira - Luiz Claudio
Auxiliar de estúdio - Anibal - Julinho
Corte - Ivan Lisnik
Capa - Aldo Luiz
Foto - João Castrioto


Um comentário: