Pesquisar este blog

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Aizita - Soy louco por ti, América (CS 1968)

Aizita Nascimento também fez sucesso como atriz, vedete e apresentadora 
Alguém se lembra da Aizita Nascimento, uma bela mulata que foi Miss Renascença em 1963 e ficou em sexto lugar no concurso Miss Guanabara? Pois ela saltou da passarela pra seguir carreira de atriz, de apresentadora, de vedete, e até de cantora, como revela este single de 1968, lançado pela RCA Victor. O hit “Soy louco por ti, America”, clássico da Tropicália, conhecido na voz do Caetano Veloso, ganhou na época essa releitura da Aizita. Tudo indica que foi a sua segunda experiência no disco, pois em 1964 gravou o compacto simples, também pela RCA, com as músicas “Faz de conta” (Orlann Divo - Roberto Jorge) e “Ciuminho” (João Roberto Kelly).

Aizita iniciou a carreira como atriz no cinema, em 1966, no filme "Cristo de Lama", ao lado de Raul Cortez, Renato Consorte, Geraldo Del Rey, Maria Della Costa e Fábio Sabag. Em 1968, estreou na TV na novela "Passo dos Ventos", da TV Globo. No ano seguinte, participou da novela "Vidas em Conflito", da TV Excelsior. Atuou no filme "Brasil Ano 2000", premiado filme de 1969, dirigido por Walter Lima Jr. e, no elenco, Anecy Rocha, Ênio Gonçalves, Ziembinski e Raul Cortez. Ao lado de Grande Otelo, Aizita participou do programa “Times Square”, da TV Excelsior de São Paulo, onde faziam piadas ao som de Boneca de Piche, de Ary Barroso e Luiz Iglésias. Como vedete, foi uma das “Certinhas do Lalau”.

Em 1970, voltou à TV Globo, onde integrou o elenco da novela "Assim na terra como no céu". Seu maior sucesso no cinema foi em "Como é boa nossa empregada", de 1972. Produzido e roteirizado por Carlos Mossy, o filme com Jorge Dória, Stephan Nercessian e Pedro Paulo Rangel, alcançou a marca de seis milhões de espectadores. Voltou às telas em 1976, no filme "Ninguém segura essas mulheres", sob a direção de Anselmo Duarte e atuando ao lado de Nádia Lippi, Vera Gimenez, Zilda Mayo e Toni Ramos. Sua última atuação como atriz foi na novela "O Todo Poderoso", da TV Bandeirantes, em 1986. Entre as décadas de 70 e 80 trabalhou, também, como apresentadora de telejornal na TV Cultura, e deixou a carreira artística. Confira a cantora:

01 – Soy louco por ti, América
(Gilberto Gil - Capinan)
02 – Bamotsweri
(Miriam Makeba)

Um comentário:

  1. http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/0476+-+AIZTA,1760583.rar

    ResponderExcluir