Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Irene Coelho - Homenagem a Portugal (LP s/d)

Irene Coelho, cantora brasileira, divulgou a canção portuguesa no País
No último dia 23 foi postado um single da fadista Maria Alcina, portuguesa radicada no Brasil desde 1953. Agora é a vez de fazer o caminho inverso com a brasileira Irene Coelho, apaixonada pela música portuguesa, estilo que a acompanhou ao longo da carreira. Neste disco, do selo Som Hi-Fi (Copacabana), sem ano do lançamento, mas provavelmente produzido entre 1960 e 1961, a cantora desfila toda a influência recebida pela música portuguesa, sem retirar os pés do Brasil. Isso está evidente no repertório em que mistura até fado com baião, como é o caso da “Homenagem a Portugal”. Em “Bailinho português”, por exemplo, ela canta um puladinho no qual convida: “Vamos sambar porque comigo você tem que rebolar”. O álbum deve agradar a imensa colônia portuguesa no Brasil, que deve conhecê-la por apresentar o programa “Melodias portuguesas”, que esteve no ar - com pequenas interrupções - por mais de 65 anos. Começou em abril de 1941 na antiga Rádio Cosmos, e terminou em janeiro de 2008 na Rádio Trianon, ambas em São Paulo.

Irene Coelho nasceu em 4 de julho de 1921 em Rio Claro, a mesma cidade da cantora Dalva de Oliveira, no interior de São Paulo. Aos 11 anos mudou-se com a família para Paranapiacaba, em Santo André, no ABC paulista. Foi lá, no Clube Lira Serrana, que teve o primeiro contato com a cultura portuguesa, influenciada pelas gravações da atriz e cantora Beatriz Costa. Em 1937, passou a estudar canto e guitarra com o professor Alfredo Bastos, que mantinha um programa semanal na Rádio Atlântica de Santos, onde teve seu primeiro contato com o microfone. Em 1943, recebeu dos fadistas Manoel Monteiro e Joaquim Pimentel o slogan de “Princesinha da Canção Portuguesa”.

A artista gravou o primeiro disco em 1945, um 78 RPM pela Continental, com os fados “Amor eterno” e “Tua guitarra”. Ainda nos anos 1940 participou de várias peças de teatros e festivais de música por todo território nacional. Na década de 1950 foi proprietária de dois restaurantes típicos, o “Marialva” e o “Solar da Alegria”, e trabalhou durante 20 anos como diretora-artística no restaurante Aviação, onde teve oportunidade de apresentar grandes nomes da MPB, como Orlando Silva, Vicente Celestino e Angela Maria. Foi visitar Portugal apenas em 1966, e gravou vários discos 78 rotações e LPs. Faleceu em São Paulo em 7 de junho de 2008. Quem se interessar pela sua história pode ler o livro “Irene Coelho, uma brasileira de coração português”, lançado em 2011 pela jornalista Thais Matarazzo. Confira o disco:

01 – Princesinha
(Jorge Murad)
02 - Adeus Coimbra
(Manoel Coelho)
03 - Podes andar à vontade
(Antonio Ferreira – Julio Antunes)
04 - Estudiantina portuguesa
(J.Padilla – A.Rigel – R. de Castro)
05 - Bailinho português
(Manoel Coelho)
06 - O chaile de minha mãe
(Motivo popular – Versos de Adriano Reis)
07 - Perdi a partida
(João Linhares Barbosa)
08 - O cochicho
(Raul Ferrão – José Galhardo)
09 - José e Maria
(Antonio Ferreira – Carlito Moreno)
10 - Três amores
(Manoel Coelho)
11 - Homenagem a Portugal
(Manoel Coelho – José Lopes)
12 - Cachopa do minho
(Arthur Ribeiro)

5 comentários:

  1. http://www61.zippyshare.com/v/16591814/file.html

    ResponderExcluir
  2. Tendo em vista que a 2ª. Edição do 1º. LP de Renato & seus Blue Caps ("Twist", cuja 1 ª. edição saiu pelo selo Copacabana, em 1962) saiu pelo selo Som, em 1963, com a numeração SOLP - 40.107, podemos afirmar - com segurança - que esta raridade de Irene Coelho foi um lançamento de 1963. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma vez, o meu muito obrigado. Considere-se nomeado meu assessor pra assuntos fonográficos (rs). Abraços

      Excluir
  3. lindo posto os meus agradeciments obrigada

    ResponderExcluir
  4. Novo link:

    http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/0276+-+IC,124971513.rar(archive)

    ResponderExcluir