Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Maria Alcina - Bucaneira (LP Origem 1992)

Álbum traz composições de Jorge Benjor, João Bosco, Belchior e até do Pelé
Quem recebe hoje, 22 de abril, os votos de Feliz Aniversário é a cantora mineira Maria Alcina, natural de Cataguases.  Este “Bucaneira” é postado em sua homenagem. Foi lançado em 1992 pelo selo Origem, e marca os 20 anos de carreira da artista que regrava “Filho maravilha”, de Jorge Benjor, em deliciosa versão reggae. O disco, que comprei autografado, se destaca por canções como “Sem vergonha”, outra composição de Benjor; “Sassaô”, de João Bosco; e a música que dá título ao álbum, uma parceria de Belchior com Caio Silvio e Gracco. A curiosidade é “Acredita no véio”, composta pelo Pelé, o eterno rei do futebol. O disco tem apenas nove faixas, e adicionei três bônus pra completar as 12 que tradicionalmente compõem o LP.

Maria Alcina despontou para o estrelato graças à voz rouca, inconfundível, quase masculina, e a forma extravagante de se apresentar, repleta de maquiagem, roupas irreverentes e gestos carnavalescos. Dizem que ela é como o número vermelho do calendário, pois representa feriado e alegria. Ouvi-la, portanto, é contatar com a alegria, sua marca registrada desde o momento em que se apresentou em 1972 no palco do Maracanãzinho para interpretar “Fio maravilha” no VII Festival Internacional da Canção (FIC), na TV Globo. Apesar dos mais de 40 anos de carreira, a cantora tem discografia modesta, se mantém na ativa, e tem CD pronto para lançamento. Esteve recentemente em turnê do show “Cem anos do Rei do Baião”, homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga, comemorado em 2012. Uma reportagem assegura que ela foi a Lady Gaga da sua época. Não concordo. Há uma inversão de valor aí. Na verdade, se é que vale uma comparação, Lady Gaga é a Maria Alcina da atualidade, pois a brasileira surgiu na frente, e ainda foi censurada pela ditadura militar. Confira:

01 – Sem vergonha
(Jorge Benjor)
02 – Filho maravilha
(Jorge Benjor)
03 – Menina sapeca
(Erivan Alves Almeida “Zinho”)
04 – Sassaô
(João Bosco)
05 – Desejo (Deseo)
(Laércio de Ilhabela – Beto di Granco – Shaça)
06 – Brasilidade
(Cacau Ganb)
07 – Acredita no veio
(Pelé)
08 – Bucaneira
(Belchior – Caio Silvio – Gracco)
09 – Ancestrais
(Cacau Ganb)

BÔNUS

10 – Xamego
(Luiz Gonzaga – Miguel Lima)
11 – Cozinheira granfina
(José de Sá Roris)
12 – Um samba no Bixiga
(Adoniran Barbosa)
Plac ti plac
(Waldemar Camargo – Peteleco)

FICHA TÉCNICA

Produtor executivo - Max Krappmann
Produtor musical - Ary Holland
Produtor fonográfico - Origem Produções Musicais
Arranjos - Ary Holland
Operador de áudio - José Luiz de Carvalho e Isaías de Almeida "Colla"
Técnico de mixagem - José Luiz de Carvalho
Estúdio - Origem - 16 canais - SP
Capa - Fluxo Comunicação e Arte
Arte - Fabrício San Pancrazio
Foto - Ruy Campos/Manchete
Vestido - Ney Galvão


Um comentário:

  1. http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/0260+-+MALCINA,191722332.rar(archive)

    ResponderExcluir