Pesquisar este blog

sábado, 27 de abril de 2013

Língua de Trapo ao vivo - Sem indiretas (CS 1984)

Língua de Trapo, divertido e irreverente, fez parte da Vanguarda Paulistana 
Um single legal pra curtir neste sábado é o irreverente grupo Língua de Trapo. O disco, com tiragem limitada e numerada de 3 mil exemplares, foi gravado ao vivo nos dias 17 e 18 de março de 1984 no Teatro Lira Paulistana, em São Paulo, e vendido no mesmo local durante a temporada de 18 a 29 de abril. O meu exemplar, de número 1684, veio acompanhado de um hinário que pode ser conferido na pasta. O documento – muito interessante - tem os “cânticos” desse show. O Lira Paulistana, no bairro de Pinheiros, ficou muito conhecido porque era o espaço alternativo onde se apresentavam os artistas do chamado movimento Vanguarda Paulistana. Todos tinham em comum o fato de serem independentes, donos de seus próprios selos, lançando seus trabalhos sem interferência dos burocratas das gravadoras.

O grupo surgiu, de acordo com o Wikipedia, nos estertores da ditadura militar em 1979, no interior da Faculdade de Comunicação Social Cásper Libero. Fez muito sucesso, principalmente entre o público jovem e universitário, por seu conteúdo de crítica política e social e postura de esquerda festiva. Sua formação inicial contava com Laert, Guca Domenico e Pituco. E chamavam-se de “Laert e seus Cúmplices”. Logo juntou-se ao trio Carlos Castelo (que assinava as músicas como Carlos Melo) e Lizoel Costa, colegas de faculdade do trio. Em 1980 começava oficialmente o grupo Língua de Trapo, já acrescido dos integrantes Luiz Lucas no contrabaixo, Fernando Marconi na Percussão e João Lucas nos teclados. O nome foi divulgado juntamente com a primeira fita cassete do grupo com o título “Sutil como um cassetete” – que era vendida nos corredores da faculdade e em shows, conforme informa o site da banda (aqui). Confira o post:

01 – Amor  à vista
(Laert Sarrumor)
02 – Deve ser bom
(João Lucas)

FICHA TÉCNICA

Técnico de som – Douglas Martins e Chico Pardal
Assistente de som – Roque Correia
Mixagem – Estúdio Violão & Cia.
Técnico – Claudio Lucci e Douglas Martins
Assistente – Chico Pardal, Laert Sarrumor, João Lucas, Serginho, Tigueis
Corte – Osvaldo/ RCA
Capa – Louis Chilson
Arte final – Ribamar de Castro
Produção – Lingua Paulistana, Lira de Trapo & Jerome Vonk

4 comentários:

  1. http://www76.zippyshare.com/v/86715030/file.html

    ResponderExcluir
  2. olá. Por favor, renove o link, o meu compacto está irremediavelmente riscado.
    obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Novo link:

    http://www.4shared.com/rar/XIkS6cEEce/0266_-_CS-LTRAPO.html

    ResponderExcluir