Pesquisar este blog

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Carmen Miranda ao vivo na Broadway (LP 1959)

Álbum ao vivo foi lançado no Brasil em 1959, quatro anos após a morte da cantora
Hoje, 9 de fevereiro, comemora-se o 104º ano do nascimento em Portugal da Carmen Miranda. A artista, que se considerava brasileira, pois chegou no País antes de completar um ano, foi a primeira a divulgar nossa música e cultura no exterior. Para lembrar a data, nada como homenageá-la com um álbum especial da artista, uma das primeiras a gravar marchinhas, como "Ta-hi", grande sucesso do carnaval de 1930 pela recém-instalada RCA Victor no Brasil. Este disco foi lançado quatro anos após a sua morte em 5 de agosto de 1955. Uma curiosidade é o "envelope" original que acondiciona o LP (veja foto abaixo), onde podemos conferir o cardápio com os lançamentos da Odeon e apreciar um interessante anúncio de uma novidade no mercado: o disco no formato de 45 RPM - "Simplicidade do 78 - Qualidade do LP".

Este álbum só foi possível lançá-lo graças a gravação feita pelo maestro Bill Beathcock e por Aloysio de Oliveira, integrante do Bando da Lua, grupo que acompanhou a cantora desde o seu embarque em 1939 aos EUA. Ele conta em texto impresso na contracapa que esse é um dos shows que a Pequena Notável fez centenas de vezes em solo americano. Ele não soube precisar o local e a data da gravação, feita nos anos 1950. O gravador foi ligado diretamente no microfone que Carmen usava no palco. O resultado foi excelente: a cantora muito em primeiro plano e os rapazes do Bando da Lua e a orquestra num plano em que raramente podiam ser ouvidos.

Assim nasceu a ideia e o desafio de se recriar o show no estúdio. Para isso, Aloysio obteve do amigo Bill Beathcock os arranjos originais das músicas gravadas no show. “Aqui, no estúdio da Odeon, passamos então a realizar o trabalho árduo de reproduzir a orquestra tal qual aconteceu naquela noite no show. O Bando da Lua também foi reproduzido aqui. Procuramos em tudo isso a maior autenticidade possível do ambiente geral do show. Horas e horas permanecemos  no estúdio – eu, o maestro Borba, seus músicos, os técnicos, procurando dar em cada música, em cada compasso, o necessário sincronismo e a devida interpretação de cada número exigia”, conta Aluisio. O resultado final é muito bom, e o disco deve ser gravado sem intervalo entre as faixas por ser um registro ao vivo. Confira:

01 - South american way
….. (Jimmy McHugh)
02 – Diálogo
03 - When I love, I Love
….. (Mack Gordon – Harry Warren)
04 - Cuanto le gusta
….. (Gabriel Ruiz)
05 – Diálogo
06 - I make my money with bananas
….. (Ray Gilbert – Aloysio de Oliveira)
07 – Diálogo
08 - Cooking with glass
….. (Ray Gilbert – Aloysio de Oliveira)
09 – Diálogo
10 - Ay ay ay, I like you very much
….. (Gordon – Warren)
11 - Ay ay ay, I like you very much
….. (Gordon – Warren)
12 - Cooking with glass
….. (Ray Gilbert – Aloysio de Oliveira)
13 - Cuanto le gusta
….. (Gabriel Ruiz)
14 - I make my money with bananas
….. (Ray Gilbert – Aloysio de Oliveira)
15 - When I love I love
….. (Mack Gordon – Harry Warren)
16 - South American way
….. (Jimmy McHugh)

3 comentários:

  1. http://www20.zippyshare.com/v/40862573/file.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novo link:

      http://minhateca.com.br/sintoniamusikal/0181+-+CM,768542483.rar(archive)

      Excluir
    2. tem como hospedar em algum site gratuito? esse está cobrando pra baixar o arquivo

      Excluir