Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de julho de 2012

Vários artistas - As 4 Mais (EP Columbia 1960)

EP de 45 RPM têm músicas de Sérgio Murilo, Zezé Gonzaga, Os Seresteiros e Bob Rose
Eis um raro EP de 45 RPM lançado em 1960 pela Columbia Discos, posteriormente CBS e hoje Sony. Ao contrário de outros mercados, onde os discos de 45 RPM obtiveram melhor aceitação, no Brasil foram poucos os títulos produzidos nesse formato. A preferência popular foi pelos de 33 RPM. É sempre curioso encontrar discos nacionais de 45 RPM, principalmente aqueles com músicas interpretadas por artistas como o Sérgio Murilo e Zezé Gonzaga, ambos falecidos. Eles cantam, respectivamente, os sucessos "The Diary" (hit de Neil Sedaka)  e "A felicidade", de Tom Jobim e Vinicius de Moraes. Observe, como curiosidade, a lista numérica, impressa na contracapa, de discos Extended Play (EP) lançados pela gravadora: Cauby Peixoto, Emilinha Borba, Jackson do Pandeiro, Bolão e seus Rockettes, Luiz Claudio e outros. O EP é complementado com músicas dos grupos Os Seresteiros e Bob Rose e seu Conjunto. Confira: 

01 - Sérgio Murilo - The diary
..... (Neil Sedaka - Howard Greenfield)
02 - Zezé Gonzaga - A felicidade
..... (Tom Jobim - Vinicius de Moraes)
03 - Os Seresteiros - Quero beijar-te as mãos
..... (Arcênio de Carvalho - Lourival Faissal)
04 - Bob Rose e seu Conjunto - Petite fleur 
..... (Sidney Bechet)



segunda-feira, 30 de julho de 2012

Martha Mendonça - Martha Mendonça (LP 3M 1987)

Último álbum da Martha Mendonça foi produzido pelo cantor e compositor Terry Winter
Áudio do álbum de 1987 tem boa qualidade porque foi ripado de fita cassete original
Após a postagem anterior, o EP do Altemar Dutra de 1981, achei que seria interessante apresentar este álbum da Martha Mendonça, que foi casada com o saudoso cantor, falecido em 1983. Este álbum, lançado em 1987 pela 3M, foi produzido pelo também saudoso Terry Winter (08/05/1947 - 23/09/1998), e se trata do último LP gravado pela cantora, mais conhecida pelo sucesso do primeiro disco, o bolero "Tu sabes", gravado em 1961 pelo selo Chantecler. Ela também obteve muito sucesso em 1964 com a música "Saudade de você", versão de Teixeira Filho para "Kimi Koishi", sucesso no Japão de Frank Nagai.

Martha Mendonça, com carreira irregular devido sua dedicação ao casamento com um casal de filhos, gravou oito discos em 78 RPM e mais seis LPs, sem contar os compactos simples e duplos. Este álbum não é novidade na rede, mas decidi postá-lo porque ripei as canções de uma bem conservada fita cassete. O resultado final é muito bom. No disco estão presentes composições de autores que na época começavam a se destacar no universo sertanejo, como foram os casos de "Vou buscar você", de Antônio Luis e Elias Muniz, "Dois estranhos", de Joel Marques, "Caminhos", de César Augusto e Antônio Hernandes, "Caminhos da paixão", de Elias Muniz e Antônio Luis, "Esse cara", de Carlos Randall, "Minha maneira de ser", versões de Neil Bernardes para composições de Terry Winter, e "Cantando a esperança", de Eunice Barbosa, Antônio Luis e Billy. Na época de lançamento deste disco, a artista participava como jurada no Programa do Edson "Bolinha" Cury, na TV Bandeirantes. Confira:

01 - Vou Buscar Você
(Antônio Luis - Elias Muniz)
02 - Dois Estranhos
(Joel Marques)
03 - Mujer Latino
(Terry Winter - Neil Bernardes - Antônio Carlos)
04 - Caminhos
(César Augusto - Antônio Hernandes)
05 - Por Causa da Emoção
(Nininha Lacorte - Antônio Carlos)
06 - Caminhos da Paixão
(Elias Muniz - Antônio Luis)
07 - No Esperes Eso de Mi 
(Nelson Ned)
08 - Esse Cara
(Carlos Randall)
09 - Que Classe de Payaso Soy 
(Sergio Nussenbaum)
10 - Trapaça
(Joel Marques - Terry Winter)
11 - Minha Maneira de Ser
(Neil Bernardes - Terry Winter)
12 - Cantando a Esperança
(Eunice Barbosa - Antônio Luis - Billy)

domingo, 29 de julho de 2012

Altemar Dutra - Tema da novela Ciranda de Pedra

"Dançando com lágrimas nos olhos" foi lançada num compacto duplo da RCA em 1981
Aqui está um bom EP do Altemar Dutra, aclamado por muitos como o rei do bolero. Trata-se do disco de 1981 com a valsa "Dançando com lágrimas nos olhos", uma versão de Lamartine Babo (famoso compositor de marchas carnavalescas), para "Dancing with tears in my eyes". Foi usada como tema da novela "Ciranda de Pedra, da Rede Globo, e obteve boa repercussão. O compacto também traz "Desculpa-me", música de Evaldo Gouveia e Jair Amorim, dupla responsável pela autoria dos grandes sucessos do cantor, como  "Que queres tu de mim", "O trovador", "Sentimental demais", "Somos iguais" e outras. Este foi um dos últimos discos do artista, falecido aos 43 anos em Nova York no dia 9 de novembro de 1983, vítima de derrame cerebral.

Altemar Dutra de Oliveira era mineiro de Aimorés, onde nasceu em 6 de outubro de 1940. Iniciou sua carreira na Rádio Difusora de Colatina, no Espírito Santo, localidade para onde sua família havia se mudado, cantando uma música de Francisco Alves. Antes de completar sua maioridade, seguiu para o Rio de Janeiro, levando uma carta de apresentação para o compositor Jair Amorim, que o encaminhou a amigos do meio artístico. Tentou a sorte como crooner em boates e casas de espetáculos. Gravou seu primeiro disco na Tiger, com "Saudade que vem" (Oldemar Magalhães e Célio Ferreira) e "Somente uma vez" (Luís Mergulhão e Roberto Moreira). 

Por volta de 1963, foi levado por Jair Amorim para o programa "Boleros Dentro da Noite", na Rádio Mundial, e no mesmo ano o cantor Joãozinho, do Trio Irakitan, levou-o para a Odeon, onde foi contratado. Logo atingiu os primeiros lugares nas paradas de sucesso com "Tudo de mim" (Evaldo Gouveia e Jair Amorim), tornando-se conhecido em todo o Brasil. Destacou-se também na América Latina e gravou vários discos em espanhol, um dos quais com Lucho Gatica. Com suas versões em espanhol, chegou a vender mais de 500 mil cópias na América Latina. Depois de ter dominado as paradas de sucesso locais, a partir de 1969 passou a conquistar fãs de origem latina nos EUA. Em pouco tempo tornou-se um dos mais populares cantores estrangeiros nos EUA. Foi casado com Martha Mendonça, cantora de grande sucesso nos anos 1960, tendo dois filhos, Deusa Dutra e Altemar Dutra Júnior, também cantor, e deixou saudades. Sintonize:

01 - Dançando com lágrimas nos olhos (Dancing with tears in my eyes)
..... (Joe Burke - Al Dubin - vs: Lamartine Baba)
02 - Sombras
..... (Carlos Brito - Sebastião F. da Silva)
03 - Desculpa-me
..... (Jair Amorim - Evaldo Gouveia)
04 - Há sempre um amanhã
..... (Hélio Matheus)


sábado, 28 de julho de 2012

Vários artistas - Seleção de ouro (Internacional)

Versão internacional da coletânea Seleção de Ouro inclui Gilbert e Terry Winter
Hits de Petula Clark,  B.J.Thomas, Françoise Hardy, Cristophe e outros estão no CD
Este post é a versão "internacional" da coletânea Seleção de Ouro. No repertório, encontramos dois conhecidos entre os brasileiros - Terry Winter e Gilbert -, mas também nos deliciamos com canções que sacudiram corações, como "Rock and roll lullaby", com B.J.Thomas, "I'll never fall in love again", na interpretação da Dionne Warwicke, e "This is my song", composta por Charlie Chaplin para o filme "A condessa de Hong Kong", estrelado em 1967 por Sophia Loren e Marlon Brando. Foi o último filme de Charles Chaplin, que tinha 77 anos. Ele roteirizou, produziu, dirigiu e criou a trilha sonora, além de ter feito uma ponta. Só esta música do Chaplin na bela interpretação da Petula Clark já vale o post, mas se você gosta de música francesa também não pode reclamar: Christophe, Françoise Hardy, Michel Polnareff e Gilbert fazem a honra da casa. Confira:

01 - Petula Clark - This is my song
..... (Charlie Chaplin)
02 - Christophe - Aline
..... (Christophe)
03 - Joe Joffrey - My pleadge of love
..... (J.Stafford Jr.)
04 - B.J.Thomas - Rock and roll lullaby
..... (Mann - Weil)
05 - Terry Winter - Summer holiday
..... (Tony Temple - Dell Clyde)
06 - Françoise Hardy - Tous le garçons et les filles
..... (F. Hardy - Roger Samyn)
07 - Michel Polnareff - Love me please love me
..... (M. Polnareff - Frank Gerald)
08 - Swamp Dogg - Everything you'll ever need
..... (J.Williams Jr - G. Bonds)
09 - Desmond Dekker - You can get it if you really want
..... (J. Cliff)
10 - Dionne Warwicke - I'll never fall in love again
..... (Bacharach - David)
11 - Gilbert - Adieu Jolie Candy
..... (M.Hursel - F.Herval)
12 - Isaac Hayes - Theme from Shaft
..... (I.Hayes)


sexta-feira, 27 de julho de 2012

Vários artistas - Seleção de ouro (Nacional)

Coletânea reúne grandes sucessos lançados nos anos 1960 e 1970 pela Caravelle e Beverly

Os amigos já perceberam que gosto muito de coletâneas. Acho melhor ouvir uma seleção com vários cantores do que concentrar a audição num único artista. É óbvio que também gosto de ouvir meus cantores preferidos, mas uma coletânea nunca é demais. Aqui encontrarmos uma com sucessos das gravadoras Caravelle e Beverly.  Alguns são bem conhecidos, como os do Paulo Sérgio, Elizabeth e Nalva Aguiar, mas outros se destacam por ser este o único disco com a gravação remasterizada, como os hits do Arturzinho, Sueli e Mauro Sérgio. Uma das curiosidades é o Sérgio Torres, um cover do Agnaldo Timóteo. Confira:

01 - Nalva Aguiar - José (Joseph)
..... (G.Moustaki 0 vs: Nara Leão)
02 - Paulo Sérgio - Última canção
..... (Carlos Roberto)
03 - Gilberto Reis - Um gato no azul (Un gatto nel blu)
..... (Toto Savio - vs: Fred Jorge)
04 - Gilbert - Adeus, meu grande amor (Adieu Jolie Candy)
..... (M.Hussel - F. Herval - vs: Sebastião F. da Silva)
05 - Os Carbonos - Olhando as estrelas (Look for a star)
..... (Michael Antony - vs: Paulo Rogério)
06 - Sérgio Torres - Os verdes campos da minha terra (Green, green grass of home)
..... (Curly Putman - vs: Geraldo Figueiredo)
07 - Angelo Máximo - Domingo feliz (Beautiful sunday)
..... (Daniel Boone - Rod McQueen - vs: Rossini Pinto)
08 - Elizabeth - Sou louca por você
..... (Elizabeth)
09 - Mauro Sérgio - O fim (The end)
..... (Jimmy Krondes - Sid Jacobson - vs: Mauro Sérgio)
10 - Sueli - Férias na praia (Ring ring)
..... (B. Andersson - S. Anderson - B. Ulvaeus - N. Sedaka - P. Cody - vs: Sérgio de Freitas)
11 - Dino Rossi - Coroação
..... (Dino Rossi)
12 - Arturzinho - Sou gamado nela
..... (Cleo Galante)

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Aquarius - Clássicos na gafieira (LP RCA 1982)

Repertório da Aquarius tem clássicos de Tchaikovsky, Mozart, Beethoven, Chopin e outros 
Olha só que álbum interessante: a Aquarius - banda ou orquestra - faz uma releitura de músicas clássicas pra dançar na gafieira. O disco tem arranjo, regência e solos de Nelsinho, e o repertório envolve clássicos de Tchaikovsky, Mozart, Beethoven, Wagner, Bach, Chopin e tantos outros em pot-pourris dançantes. A arte de misturar clássico com gafieira não chega a ser novidade, mas acredito que muita gente pode torcer o nariz com o "sacrilégio musical", principalmente os amantes do gênero. Eu não tenho preconceito. Acho que um disco como este até ajuda a popularizar o clássico,  divulgando autores e melodias. O resultado final é um disco bom pra alegrar qualquer ambiente. Aumente o som, e fique parado, se for capaz. Confira:

01 - Piano Concerto nº 1
..... (Tchaikovsky)
..... Flight of the bumble bee
..... (Rimsky - Korsakov)
..... Symphony nº 40 
..... (Mozart)
..... Rhapsody in blue
..... (G. & I. Gershwin)
02 - Karelia Suite
..... (Sibelius - Siae)
..... Symphony nº 5
..... (Beethoven)
..... Toccata
..... (Bach)
..... Eine kleine nachtmusik (1st Movt.)
..... (Mozart)
..... Symphony nº 9
..... (Beethoven)
..... William tell overture
..... (Rossini)
..... Aria from "The marriage of figaro"
..... (Mozart)
..... Romeo and Juliet
..... (Tchaikovsky)
..... Trumpet voluntary
..... (J. Clark)
..... Hallelujah chorus
..... (Handel)
..... Piano concerto in "A" minor
..... (Grieg)
..... March of the toreadors
..... (Bizet)
..... 1812 - Overture
..... (Tchaikovsky)
03 - Melody in F
..... (Rubinstein)
04 - Narcissus
..... (Nevin)
05 - Habanera (From "Carmen")
..... (Bizet)
06 - Piano sonata in C maior (2nd Subject)
..... (Mozart)
07 - Capriccio italien (Introduction)
..... (Tchaikovsky)
..... Swan lake
..... (Tchaikovsky)
..... Theme from 1st Movt. of "Pathetique" symphony
..... (Tchaikovsky)
08 - Wedding march (From a "Midsummer night's dream)
..... (Medelssohn)
..... Radetsky march
..... (J. Strauss)
..... Humoresque
..... (Dvorak)
..... Military march
..... (Schubert)
..... Polonaise in "A"
..... (Chopin)
..... Light cavalry overture
..... (Suppe)
..... Farandole (From L"Arlesienne suite nº 2)
..... (Bizet)
..... Largo from "The new world symphony"
..... (Dvorak)
09 - Prelude to act 3 of "Lohengrin"
..... (Wagner)
..... Orpheus in the underworld (Can-Can)
..... (Offenbach)
..... Thunder & Lightning polka
..... (J. Strauss)
..... Czardas
..... (Monti)
..... La vie parisienne
..... (Offenbach)

FICHA TÉCNICA

Coordenação artística: Lúcio Varela
Produtor: Durval Ferreira
Arranjos, regências e solos: Nelsinho
Técnicos de gravação e mixagem: Luiz Carlos Reis, Mário Jorge 
Bruno e Flávio Sena
Ilustração: Arthur Braga
Arte final: Valério do Carmo


quarta-feira, 25 de julho de 2012

Brazilian Singers - Brazilian Singers (LP 1972)

Evinha, Golden Boys e Trio Esperança gravaram sucessos da MPB como Brazilian Singers
No final do mês passado, quando postei o álbum "Estamos em dia com o sucesso", chamei a atenção dos amigos para duas músicas do disco ("Rita Jeep" e "Segure tudo"), interpretadas pelo grupo "Brazilian Singers". No post, eu destacava minha desconfiança para o fato de que o grupo era formado pelos Golden Boys e Trio Esperança, devido ao timbre vocal, fácil de identificar. Eles são famosos como Golderança, nome usado como backing vocal em discos e shows de outros artistas. Mas nunca li ou ouvi qualquer comentário sobre os Brazilian Singers. Afinal, se grupos instrumentais como The Fevers, Os Carbonos, Renato e seus Blue Caps e outros gravaram sob pseudônimo, seria natural que cantores de uma mesma família investissem em outras frentes profissionais. 

O problema é que, em casos como este, o segredo do sucesso é não revelar a identidade dos envolvidos. Repare que os discos raramente apresentam Ficha Técnica. Recebi, dias depois da postagem, um e-mail do amigo Wilton Sevira, um dos apresentadores da webrádio Túnel do Tempo, no qual confirma minha suspeita e indica o link de um blog onde é possível baixar o álbum de 1973 dos Brazilian Singers. O meu agradecimento público a ele. Em rapida pesquisa na rede, encontrei outros dois álbuns do grupo, um dos quais como "Brasilian Singers", totalizando quatro LPs. É possível que outros apareçam por aí. Enquanto isso, curta este disco que, como tudo que é gravado pela Evinha, Golden Boys e Trio Esperança, é certeza de afinação e repertório gostoso de ouvir. Confira:

01 - Alô! Alô! Taí Carmen Miranda
..... (Wilson - Maneco - Heitor)
02 - Rita Jeep
..... (Jorge Benjor)
03 - Segure tudo
..... (Martinho da Vila)
04 - Martin Cererê
..... (Zé Catimba - Gibi)
05 - Vem meu grande amor (A grande recordação)
..... (Osvaldo Nunes - Zé Pretinho da Bahia)
06 - Chuva, suor e cerveja
..... (Caetano Veloso)
07 - Ê baiana
..... (Fabrício da Silva - Baianinho - Enio Ribeiro - Miguel Pancrácio)
08 - O importante é ser fevereiro
..... (Wando - Nilo Amaro)
09 - Maria vai com as outras
..... (Toquinho - Vinicius de Moraes)
10 - Ilu Aye (Terra da vida)
..... (Cabana - Norival Reis)
11 - Por esse mundo afora
..... (Hyldon - Miguel)
12 - Mangueira, minha querida madrinha (Tengo, tengo)
..... (Zuzuca)

terça-feira, 24 de julho de 2012

Adriana - Haja coração (álbum de 1990)

Versão remasterizada do LP de 1990 incluiu hits como "I love you baby" e "Dom de amar"
Este "Haja coração",  lançado em 1990 pela RGE, é o último álbum da cantora que iniciou a carreira em 1967, aos 14 anos. O interessante é que, em 1991, a gravadora disponibilizou o disco em CD, no qual adicionou outras seis faixas, a maior parte do álbum anterior "Dom de amar", de 1988. O resultado é uma espécie de coletânea de grandes sucessos, já que na lista estão hits como "I love you baby", "Pra sempre vou te amar", Combinado assim" e outras. O CD, porém, peca por não revelar quem participa da faixa "Nova estação".

Adriana nasceu em 1953 no Rio de Janeiro. Filha da vedete de teatro de revista, Maria Helena, começou a cantar desde criança, assim como a maioria dos artistas. O primeiro disco foi o compacto simples com “Anjo azul” (Vesti azul) e “Lá, lá, lá”, e obteve relativo sucesso, assim como o single seguinte com as músicas “Viu” e “Deixa pra lá”. O primeiro grande hit viria em 1970 com o samba rock "Justo nesta noite", do seu primeiro Lp, lançado pela Odeon.

Foi com “O que me importa”, de Cury, seu maior sucesso comercial, gravado em 1972, que passou a adotar repertório predominantemente romântico. A canção foi regravada por Tim Maia e Marisa Monte. A artista tem no currículo o prêmio de "Melhor intérprete" no Festival de Mar Del Plata. Atuou ainda em três filmes, tendo contracenado com Grande Otelo e Vanja Orico. Também fez diversas telenovelas e participação em novelas. Adriana é casada com Márcio Monteiro (biólogo marinho, produtor, compositor e músico), tendo resultado dessa união suas filhas, gêmeas, Natanna e Tuanny, que fizeram parte durante oito anos da última formação do Balão Mágico. Com sua voz inconfundível, Adriana ainda está na ativa, apesar de afastada da mídia. Confira:

01 - A melhor coisa do mundo é você
..... (Gilson - Joran)
02 - Nova estação
..... (Odibar - Carlos duarte - Márcio e Marcos Monteiro)
03 - Te quero mais
..... (Prêntice - Ronaldo Monteiro de Souza - Gabriel O'Meara)
04 - Eu, você, nós dois
..... (Hugo Belardi - Márcio Monteiro)
05 - Abrigo
..... (Márcio e Marcos Monteiro - Carlos Duarte)
06 - Joguei tudo com você
..... (Maurício Duboc - Eduardo Lages - Paulo Sérgio Valle)
07 - Pra você eu não sei dizer não
..... (Marcos Valle - Carlos Colla)
08 - Quando bem quiser
..... (Márcio e Marcos Monteiro - Luiz Sarmanho)
09 - Céu de abril
..... (Márcio Monteiro - Savalla - Carlos Duarte)
10 - Vai passar
..... (Michael Sullivan - Paulo Massadas)
11 - Haja coração
..... (Altay Veloso)
12 - Combinado assim
..... (Gilson - Joran)
13 - Eu te amo
..... (Eduardo Lages - Paulo Sérgio Valle)
14 - Dom de amar
..... (Márcio Monteiro - Carlos Duarte - Savalla)
15 - Viver é ter você pra mim (The greatest love of all)
..... (Michel Masser - Linda Creed - vs: Márcio e Marcos Monteiro)
16 - Pra sempre vou te amar (Forever by your side)
..... (M.Blate - L.Gottlieb - vs: Guto - Kalinga)
17 - I love you baby
..... (Gilson - Joran)

FICHA TÉCNICA (Exceto faixas 12 a 17)

Produção e direção: Márcio Monteiro e Ricardo Fegalli
Coordenação artística - Vasco Borges
Assistente de produção: Carlos Duarte e Cláudio Bocca
Engenheiros de gravação: Luiz (LP) Paulo, Mário Jorge - Jorge Teixeira - Célio Martins
Mixagem: Luiz (LP) Paulo e Márcio Monteiro
Assistentes de estúdio: Ivan Carvalho, Sérgio Rocha, Billy, Marcelo Cerodio, Felipe Leite, Alexandre Ribas, Julio Carneiro, Julio Martins e César Barbosa
Arregimentação: Jorge Corrêa (Jorginho)
Edição e montagem: Sérgio Seabra
Gravado e mixado nos estúdios da Som Livre - Rio de Janeiro
Produção e visual: Adriana
Projeto gráfico e fotos - Marcelo Faustini
Arte final - Nicolau Maximiuc Jr - Manolo
Cabelo - Antonio Jorge - salão Jotassis
Maquiagem: Luis Cláudio - salão Jotassis

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Marcos Roberto - Coletânea - Singles & Raridades

Coletânea reúne desde a primeira gravação até a versão em espanhol de "A última carta"
O amigo Recruta Zero, lá da Comunidade MC & JG, do Orkut - que já tive a satisfação de conhecê-lo pessoalmente - elaborou a presente coletânea em homenagem póstuma ao Marcos Roberto, falecido no sábado, 21, em São Paulo. Ele disponibilizou o link para download ao pessoal da comunidade e, muito gentilmente, colocou o material a minha disposição para postá-lo aqui. Agradeço imensamente ao amigo que caprichou na capa, contracapa e selo deste "Singles & Raridades". O repertório privilegia desde a primeira gravação, "I love you, I do", de 1962, até registros realizados no início dos anos 1980, como a versão em espanhol de "A última carta", maior hit do cantor. Confira:

01 - I love you, I do
02 - Encontrei o amor (The best thing that ever happened to me)
03 - Vou rir de ti
04 - Pedacinho de sabão
05 - No te tengo a ti (Não tenho você)
06 - Yo te quiero asi (Eu te quero assim)
07 - La ultima carta (A última carta)
08 - Si tu quieres partir (Se tu queres partir)
09 - Prisioneiro
10 - Quem pôs tanta coisa em sua cabeça
11 - Maria Rosa
12 - Queime as minhas roupas
13 - Ah, antes que eu me esqueça
14 - Erros
15 - Vida, minha vida
16 - Bem mais de 100
17 - Muito obrigado
18 - Querida
19 - Vontade de voltar
20 - Deixa
21 - É comigo mesmo
22 - Lembranças de você
23 - Menina triste
24 - Te amo, te amo, te amo

Produção: Alamos Record's 2012
Seleção musical e arte: Recruta Zero
Colaboração: Recruta Zero, da Comunidade MC & JG, do Orkut

domingo, 22 de julho de 2012

Marcos Roberto - EP 1983 (Homenagem póstuma)

Marcos Roberto foi sepultado neste domingo, 22 de julho, em Osasco, na Grande São Paulo
Fui surpreendido, na manhã de hoje, ao entrar na página da Comunidade MC & JG, do Orkut, com a notícia sobre o falecimento ontem, 21 de julho de 2012, do cantor Marcos Roberto, aos 71 anos, devido a falência múltipla de órgãos. O artista estava internado no Hospital Antonio Giglio, centro de Osasco, na Grande São Paulo, e foi sepultado neste domingo, às 10h30, no Cemitério Municipal de Osasco, onde foi realizado o velório. Procurei mais informações na rede e, lamentavelmente, não encontrei uma única notícia sobre a passagem do cantor e compositor que se notabilizou a partir da Jovem Guarda. Este EP, lançado em 1983 pelos Discos Copacabana, é uma homenagem póstuma ao artista que, na época, gozava de prestígio devido ao sucesso da música "Última carta" em 1980.

Marcos Roberto também obteve popularidade como compositor, e um dos grandes parceiros musicais foi o saudoso Dori Edson (26/08/1946 - 26/08/2008). A dupla escreveu grandes hits gravados por vários artistas da época e também por eles mesmos. Impossível, portanto, falar de um sem mencionar o outro, assim como acontece com Roberto e Erasmo Carlos. Ambos, amigos de juventude, começaram a carreira juntos. O primeiro disco, de 1962, foi um single de 45 RPM, pelo selo Young, especializado em música jovem e versões. No lado A, Dori Angiolella, depois Dori Edson, gravou “Danny Boy”, e no B, Marcos Roberto interpreta "I love you, I do". 

O sucesso só viria em 1965, no auge da jovem Guarda, quando Marcos Roberto gravou "Fim de sonho", de Sérgio Reis, pela gravadora Continental. A partir daí, a carreira deslanchou, tanto como compositor quanto cantor. É da dupla, por exemplo, a música "Tremendão", feita em 1967 especialmente para Erasmo Carlos, que mantém o apelido até hoje. A carreira de Marcos Roberto não se limitou ao mercado brasileiro e também fez sucesso em países de língua espanhola. Gravou vários discos para o mercado latino. Ganhou vários prêmios, como o cobiçado Chico Viola, e até perpetuou sua imagem no cinema, participando dos filmes "Bebel, a garota propaganda" (1968) e "Idilio proibido" (1971). O cantor. nascido em 26 de junho de 1941, continuava na ativa e se apresentou por todo o País. Confira:

01 - Quem é você
..... (Martinha - César Augusto)
02 - Casa vazia
..... (Meirecler - Marcia Regina)
03 - Entre lágrimas
..... (Bolinha - Nenete)
04 - A namorada que eu queria ter
..... (Dori Edson)



terça-feira, 17 de julho de 2012

Tony Fabian - Ontem & Hoje (LP Girasom - 1974)

Grandes sucessos nacionais e internacionais gravados entre os anos 1950 e 1970 estão no disco

Se na dramaturgia existe o cantor Fabian, na novela Cheias de Charme, da Globo, nada impede de termos na vida real o Tony Fabian. Imaginei que se tratava também de um cantor, assim como na ficção, mas na verdade é um maestro que gravou vários discos, conforme pude constatar em rápida pesquisa na rede. Infelizmente não há referências sobre quem seria este Tony Fabian, mas provavelmente é o pseudônimo adotado por um músico brasileiro. Este LP, lançado em 1974 pelo selo Girasom, como o próprio título sugere, reúne grandes sucessos do passado, como "Rock around the clock" e "Quero que vá tudo pro inferno", entre outros, até hits da época, como "Na rua, na chuva, na fazenda", do Hyldon. Confira:

01 - Sugar baby love
..... (Bickerton - Waddington)
02 - Rhythm's of rain 
..... (John Gummes)
03 - Na rua, na chuva, na fazenda
..... (Hyldon)
04 - Rock around the clock
..... (D. knight - Freedman)
05 - We said goodbye
..... (Joe)
06 - Everybody's talkin
..... (Nilsson)
07 - Lady Lay
..... (Grescales - Jourdan)
08 - Quero que vá tudo pro inferno
..... (Roberto Carlos - Erasmo Carlos)
09 - Feelings
..... (Morris Albert)
10 - Roberta
..... (Naddeo - Lopore)
11 - Alle porte del sole
..... (Daniele Pace - Panzeri - Conti)
12 - My pledge of love
..... (J. Stafford Jr)

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Elizabeth en castellano - Estoy loca por ti (1969)

Álbum "Estoy loca por ti" foi lançado em 1969 no mercado argentino pelo selo Music Hall 
Elizabeth é o exemplo de artista que poderia produzir muito mais, pois se afastou do meio artístico muito cedo, em 1978, ano do último LP "Olhos da noite" (aqui). A artista, muito bonita, é talentosa. O reconhecimento veio do célebre Braguinha, seu padrinho artístico, que a levou em 1966 para a Continental, onde gravou seu primeiro LP, "A canção que chegou", de MPB. O grande sucesso veio dois anos depois, na gravadora Caravelle, após passar pela RCA Victor, com "Sou louca por você", sucesso também no exterior. Uma prova é este álbum, lançado em 1969 pelo selo Music Hall na Argentina, no qual interpreta músicas do seu segundo LP em espanhol. Sucessos como "Eu amo e não sou correspondida" e "Não há luar nem céu bonito" estão neste disco, puxado pelo hit "Sou louca por você". O álbum não é novidade na rede, mas decidi postá-lo porque ripei meu vinil e achei que seria ótimo incluir as imagens do disco na pasta. Confira:

01 - Te amo y no soy correspondida (Eu amo e não sou correspondida)
..... (Elizabeth)
02 - Yo voy a confesar (Eu vou confessar)
..... (Cleudir Borges - Hyldon Souza)
03 - No hay lunar ni cielo lindo (Não há luar nem céu bonito)
..... (Elizabeth)
04 - El amor que siempre soñe (O amor que eu sempre quiz)
..... (Elizabeth)
05 - Estoy loca por ti (Sou louca por você)
..... (Elizabeth)
06 - Me gustas demasiado (Eu gosto mesmo demais)
..... (Elizabeth)
07 - Kiko (Kiko)
..... (Dumont)
08 - El amor que no es para mi (O amor que não é para mim)
..... (Elizabeth)
09 - El bien mas puro (O amor mais puro)
..... (Elizabeth)
10 - Mi canción (Minha canção)
..... (Elizabeth)
11 - Tristeza infinita (Tristeza infinita)
..... (Elizabeth)
12 - Yo estoy amando (Eu estou amando)
..... (Elizabeth)

Arranjos e direção: maestro Pereira dos Santos, com orquestra e coro



sábado, 14 de julho de 2012

Vários artistas - As novas caras da música Rock (2002)

CD vale por registrar as "novas" caras do rock produzido no Brasil neste início de século
Este post é um complemento do de ontem, que homenageou o Dia do Rock. Trata-se de um CD promocional da Abril Music e que não pode ser comercializado. Faz parte de um projeto da gravadora que envolve CDs de outros gêneros musicais. Pelo título do CD, produzido em 2002, é de se esperar que iríamos encontrar novos talentos, representantes do rock deste início de século. Neste reservado ao rock, no entanto, encontramos entre novas algumas "velhas" caras do rock, bem conhecidas do público, como são os casos do Supla (ex-Tokyo) e Capital Inicial, ambos remanescentes dos anos 1980. Confira: 

01 - Los Hermanos - Sentimental 
..... (Rodrigo Amarante)
02 - CPM22 - Tarde de outubro
..... (Wally - Luscius - Portoga - Ricardo - Badaui)
03 - Aliados 13 - Tempo que eu perdi
..... (Fildzz - Dudu Golzi - Oliver - Thiago Castanho - Aliados 13)
04 - Patricia Coelho - Um beijo pra lembrar
..... (Patrícia Coelho - André Caccia Bava)
05 - Capital Inicial - Algum dia
..... (Pit Passarell)
06 - Beto Lee - Tanatofilia
..... (Beto Lee - JP)
07 - Supla - O charada brasileiro
..... (Supla - George)
08 - Nila Branco - Perdido do supermercado
..... (Fabiano Olinto)


sexta-feira, 13 de julho de 2012

Vários artistas - Brilhantina - Kiss FM 102.1 (2003)

Clássicos da fase pioneira do rock estão reunidos nesta seleção da Kiss FM, rádio rock de SP

Hoje, sexta-feira 13, é dia de sorte ou de azar pra muita gente. Tudo depende da crença de cada uma. Eu prefiro viver a data como o Dia Mundial do Rock, comemorado desde 1985 devido ao evento internacional "Live Aid Festival", que reuniu grandes nomes do gênero como Black Sabbath, Mick Jagger, Queen, Bob Dylan, Status Quo, entre outros. Por esse motivo, achei que o post deveria ser especial, e reservei este "Bilhantina", da Kiss 102.1 FM, pra comemorar a data. Além da coincidência de o dia ser festejado numa sexta-feira 13, a outra diz respeito a emissora de rádio que, não por acaso, faz aniversário hoje. Pra quem não sabe, a Kiss FM entrou no ar em 13 de julho de 2001. É reconhecida como a única rádio com programação genuína e 100% Rock em São Paulo. Assim, nada como ouvir uma seleção de quem é especializada na área, e com a vantagem de poder curtir, após as 12 primeiras músicas, mais dois remixes com todas as faixas incluídas no disco. Não é legal? Confira:

01 - Danny and The Juniors - At the top
..... (Singer - Medora - White)
02 - Jerry Lee Lewis - Whole lotta shakin'on'
..... (Williams - David)
03 - The Champs - Tequila
..... (Rio)
04 - Little Richard - Good golly, Miss Molly
..... (Blackwell - Marascalco)
05 - Jerry Lee Lewis - Great balls of fire
..... (Hammer - Blackwell)
06 - Little Richard - Lucille
..... (Penniman - Collins)
07 - The Contours - Do you love me?
..... (Gordy Jr.)
08 - The Isley Brothers - Twist and shout
..... (Russell - Medley)
09 - Little Richard - Long tall Sally
..... (Johnson - Penniman - Blackwell)
10 - Little Richard - Tutti frutti
..... (Penniman - La Bostrie - Lubin)
11 - Jerry Lee Lewis - Hound dog
..... (Leiber - Stoller)
12 - Jackie Wilson - Reet Petite
..... (Gordy Jr - Carlo)
13 - Megaroll Hits Mix
..... 01 - The Isley Brothers - Twist and shout
..... (Russell - Medley)
..... 02 - Little Richard - Lucille
..... (Penniman - Collins)
..... 03 - Little Richard - Good golly, Miss Molly
..... (Blackwell - Marascalco)
..... 04 - Jerry Lee Lewis - Hound dog
..... (Leiber - Stoller)
..... 05 - Jerry Lee Lewis - Whole lotta shakin'on'
..... (Williams - David)
..... 06 - Little Richard - Long tall Sally
..... (Johnson - Penniman - Blackwell)
14 - Megarock hits mix
..... 01 - Jerry Lee Lewis - Great balls of fire
..... (Hammer - Blackwell)
..... 02 - The Champs - Tequila
..... (Rio)
..... 03 - Wanda Jackson - Let's have a party
..... (Robinson)
..... 04 - Little Richard - Tutti frutti
..... (Penniman - La Bostrie - Lubin)
..... 05 - Danny and The Juniors - At the top
..... (Singer - Medora - White)
..... 06 - Jackie Wilson - Reet Petite
..... (Gordy Jr - Carlo)
..... 07 - The Contours - Do you love me?
..... (Gordy Jr.)

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Super Erótica - Vol. 5 - Venda proibida a menores

LPs da série Super Erótica eram vendidos lacrados e nem podiam ser tocados nas lojas
Capa interna do disco mostra a íntegra da foto do casal exibida em detalhe na externa

Desde o estrondoso sucesso de "Je t'aime... moi non plus", do francês Serge Gainsbourg, no final dos anos 1960, o mercado brasileiro de discos se viu envolvido por uma série de lançamentos explorando o erotismo musical. Pode parecer piada, mas a venda desses discos era proibida a menores de 18 anos. É claro que ninguém obedecia, e o alerta de proibição estampado na capa apenas aguçava o desejo pelo disco "censurado" nos tempos finais da ditadura militar. Era mais uma estratégia de marketing das gravadoras para elevar as vendas.

Nessa linha, o projeto melhor sucedido foi o "Super erótica", série de álbuns lacrados, de execução proibida, inclusive nas lojas de discos, lançada pela New Records, selo da Beverly para seu cast de artistas "internacionais" - na verdade, brasileiros sob pseudônimo, como Terry Winter e Morris Albert. Segundo consta, mas não posso afirmar porque os discos não apresentam ficha técnica e nem dão crédito aos músicos, esses álbuns da Super Erótica foram gravados pelo grupo Os Carbonos. É o mais provavel e nem surpreende. Os músicos eram especializados em covers, mas começaram como Os Quentes. Além de Os Carbonos, o nome mais famoso, os músicos também gravaram como Magnetic Sounds, The Brothers, The Withcraft, Androides, The Mackenzie Group e Carbono 14, entre outros que desconheço. O fato é que a banda é competente, independendente do estilo ou da nomenclatura. Confira:


01 - Chambre de motel
..... (Pierre Treblig - Antoine Rombeau)
02 - Marriage
..... (Claude Le Louch - Francis Lai)
03 - Heaven
..... (Tony Temple - Neil Bernard - Olivier Charles)
04 - L'amour
..... (Gambier - J. Ness)
05 - Soft heart
..... (Paul Herdie - J.Ness)
06 - I wanna be your lover
..... (Johnny Olivier - E.Assad)
07 - Dieu fumeur de havanes
..... (Serge Gainsbourg)
08 - Trois minutes
..... (Ivan - Barros de Alencar - Pierre Treblig)
09 - Don't stop loving
..... (Olivier Charles - Johnny Olivier)
10 - My little one
..... (Goergew Howe - David Gussin)

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Vários artistas - 30 anos de Bossa Nova (LP 1988)

Coletânea reúne principais músicas e intérpretes do movimento musical iniciado no Rio em 1958
"Tudo começou em 1958 com gente reunida em torno de um violão, cantando em voz baixa, sussurrando mesmo, de um jeito que nem os vizinhos ouviam. Acontece que essas reuniões eram na casa de Nara Leão com a música avançando noite adentro na voz, entre outros, de Jobim e Vinicius, Carlinhos Lyra, Menescal e Boscoli e, é claro, João Gilberto. Nascia a Bossa Nova, nesse e em outros pontos de encontro do Rio zona sul, mas também nos subúrbios da zona norte e em outras cidades. Era hora de cantar o amor pelo amor, de maneira singela, quase ingênua, e com muita emoção. A Bossa Nova se espalhou pelo País, tornou-se um grande sucesso, foi exportada e continua viva no coração do Brasil".

O texto acima é parte do original impresso na contracapa deste álbum, um dos inúmeros títulos lançados em 1988 quando o movimento completou 30 anos. A diferença é que este LP é resultado de uma parceria entre o Departamento de Projetos Especiais da PolyGram e o Grupo Microlite, que encomendou um lote especial para brinde entre clientes, parceiros comerciais e formadores de opinião. Trata-se, portanto, de disco não lançado comercialmente, mas traz repertório de primeiríssima qualidade, interpretada pelos pioneiros da Bossa Nova. Confira:

01 - Tom Jobim - A felicidade
..... (A.C.Jobim - Vinicius de Moraes)
02 - Elizeth Cardoso - Chega de saudade
..... (A.C.Jobim - Vinicius de Moraes)
03 - Os Cariocas - Garota de Ipanema
..... (A.C.Jobim - Vinicius de Moraes)
04 - Sylvia Teles e Lúcio Alves - Esse teu olhar/ Só em teus braços
..... (A.C.Jobim)
05 - Sylvia Telles - Dindi
..... (Tom Jobim - Aloysio de Oliveira)
06 - Vinicius de Moraes e Odete Lara - Deixa
..... (Baden Powell - Vinicius de Moraes)
07 - Elis Regina - O cantador
..... (Dori Caymmi - Nelson Motta)
08 - Os Cariocas - Samba do avião
..... (A.C.Jobim)
09 - Lúcio Alves - Rio
..... (Roberto Menescal - Ronaldo Boscoli)
10 - Márcia - Eu e a brisa
..... (Johnny Alf)
11 - João Gilberto - De conversa em conversa
..... (Lúcio Alves - Haroldo Barbosa)
12 - Dick Farney e Norma Bengel - Você
..... (Roberto Menescal - Ronaldo Boscoli)
13 - Agostinho dos Santos - Preciso aprender a ser só
..... (Marcos e Paulo Sérgio Valle)
14 - Nara Leão - Marcha da quarta-feira de cinzas
..... (Carlos Lyra - Vinicius de Moraes)

Pesquisa e compilação de Roberto Sant'Ana



terça-feira, 10 de julho de 2012

Vários artistas - Alto Falante - Última edição (1976)

Coletânea inclui clássico de Carlos Gardel na interpretação da Dalva de Oliveira
Quer ouvir um disco com músicas e intérpretes de qualidade? Indico este "Alto Falante - Última edição", da série Coronado, lançado pela Odeon em 1976. Este é o primeiro álbum do projeto que tinha outros dois volumes. Eu só tenho este que, pelo repertório, pode agradar a gregos e troianos. Entre os compositores estão nomes como Lupicinio Rodrigues (aqui presente com três canções de sua autoria), Charles Chaplin, Carlos Gardel, Dorival Caymmi, Noel Rosa e outros. O mesmo nível qualitativo também se verifica entre os intérpretes. Talentos como Paulinho da Viola, Alaide Costa, Milton Nascimento, Dalva de Oliveira, Clara Nunes, João Nogueira e tantos outros apresentam momentos memoráveis, como o saudoso ator e radialista Paulo Gracindo declamando o clássico "Chão de estrelas" e o Conjunto Nosso Samba, por sua vez, interpretando "Na cadência do samba", popularmente conhecida como "Que bonito é". Sintonize:

01 - Paulinho da Viola - Nervos de aço
..... (Lupicinio Rodrigues)
02 - Alaide Costa e Milton Nascimento - Me deixa em paz
..... (Monsueto - Ayrton Amorim)
03 - Sueli Costa - Nunca
..... (Lupicinio Rodrigues)
04 - Paulo Gracindo - Chão de estrelas
..... (Sylvio Caldas - Orestes Barbosa)
05 - Dalva de Oliveira - O dia que me queiras (El dia que me quieras)
..... (Carlos Gardel - Alfredo Le Pera - vs: H.Barbosa)
06 - Agnaldo Timóteo - A noiva (La novia)
..... (Joaquim Prieto - vs: Fred Jorge)
07 - Fernando Mendes - Rolinha (La paloma)
..... (Yradier - letra de Pedro de Almeida)
08 - Clara Nunes - O que é que a baiana tem
..... (Dorival Caymmi)
09 - Claudette Soares - Se eu errei
..... (Francisco Netto - Humberto de Carvalho - Edú Rocha)
10 - João Nogueira - Não tem tradução
..... (Noel Rosa - Francisco Alves - Ismael Silva)
11 - Conjunto Nosso samba - Na cadência do samba
..... (Luis Bandeira)
12 - Doris Monteiro - Vingança
..... (Lupicinio Rodrigues)
13 - Trio Esperança - Marambaia
..... (Rubens Campos - Henricão)
14 - José Augusto - Luzes da ribalta (Limelight)
..... (Charles Chaplin - vs: Antonio Almeida e João de Barro)


segunda-feira, 9 de julho de 2012

Vários artistas - Jovem Guarda Obscura - Volume 6

Boa parte do repertório deste sexto volume é interpretada por grupos musicais 
Começo agradecendo ao amigo Vlademir Ferreira, lá da Comunidade MC & JG, que gentilmente me enviou mais uma vez preciosa colaboração para a série "Jovem Guarda Obscura". Este Volume 6 é o primeiro postado no SintoniaMusikal. Os anteriores - volumes 1, 2, 3, 4 e 5 - estão no SanduícheMusical, meu blog anterior. Os links para download ainda estão ativos. O Vlademir volta a caprichar no lote enviado, suficiente para mais um volume. Aguarde. 

Neste volume figuram nomes como Os Lordes, Os Santos, Os Selvagens, Os Minos e Os Baobás, entre outros. São conhecidos por parte do público, mas outros são literalmente "novatos", como o Sylmar Byrro, que gravou em 1967 a versão que fez de "Mother's little helper", dos Rolling Stones, num single pela Bemol. Uma curiosidade é o registro da Alice, apresentadora dos programas "Alice no País da Juventude", no Canal 2 de São Paulo, e "New Face", na TV Excelsior Canal 9, que gravou a música "O telefone", na qual cita nomes de vários cantores da Jovem Guarda, como Roberto, Erasmo, Eduardo, Sérgio e outros. Foi lançada em 1968 num compacto simples pela Fermata. Confira:

01 - Os Lordes - Vou tentar mudar (I walk the lonely night)
02 - Os Monges Hippies - Esperando o amor
03 - Alice - O telefone 
04 - Gatos Malucos - Pluto
05 - Os Santos - Nunca mais
06 - The Brazilian Boss - Anjo azul (Vesti azul)
07 - The Paladins - Sou feliz dançando com você
08 - The Jet's - Você gosta de mim (You like me too much)
09 - Os Selvagens - Vai dormir garota
10 - Os Cleans - Faz tanto tempo
11 - Som Beat - Sou tímido assim
12 - Os 5 Jotas - O boi
13 - Os Nucleares - Sai pra lá
14 - Os Minos - Vem meu bem
15 - Sylmar Byrro - Nova guerra (Mother's little helper)
16 - Os Baobas - Down down
17 - Os Espiões - É ela quem eu amo
18 - Rony Valy - Funeral de um coração
19 - Os Magnos - Recanto
20 - The Black Falcons - Jamais teria o seu amor

Colaboração: Vlademir Ferreira, da Comunidade MC & JG


domingo, 8 de julho de 2012

Middle of the road - Canta en español (single 1971)

"Los reyes magos" é a versão em espanhol de "Os reis magos", gravada pelo Trio Esperança
O Middle of the Road foi, na primeira metade dos anos 1970, um dos meus grupos preferidos e era liderado pela vocalista Sally Carr. Pena que a banda teve curta carreira. Um dos primeiros sucessos no Brasil foi com a música "Tweedle dee tweedle dum", que teve versão em português, intitulada "Os reis magos", gravada pelo Trio Esperança em 1971, ano de lançamento deste compacto simples espanhol de 45 RPM. A novidade é que o disco traz a versão de "Tweedle dee tweedle dum" em espanhol, inédita no Brasil, onde a banda faria sucesso espetacular no ano seguinte com o hit "Soley soley". O grupo também fez sucesso com músicas como "Chirpy Chirpy Cheep Cheep", "The Talk of All the USA", "Sacramento" e outras. O lado B do single, com "Fate strange fate", é a versão em inglês. Confira:

01 - Los reyes magos (Tweedle dee tweedle dum)
..... (Stott - M.Capuano - G. Capuano - Cholo Baltasar - Amart)
02 - Fate strange fate
..... (Califano - Fishman - M. Capuano - G. Capuano)



sábado, 7 de julho de 2012

Vários artistas - Flash back hits (LP 1975)

Disco destaca-se pelo repertório de hits internacionais com performance de artistas brasileiros 
Serei "vapt e vupt" nesta postagem. Trata-se de uma coletânea, lançada em 1975 pelo selo Fórmula, da Continental, com grandes hits internacionais, mas interpretados por artistas nacionais. A única exceção é o grupo Abracadabra, do qual desconheço a nacionalidade, apesar do grande sucesso em 1970 da música "Domingo en Buenos Aires", aqui incluída. Tudo leva a crer que seja formado por argentinos. Os demais - Samjazz Quintet, Aquarius Band, Os Incríveis, The Jones e The Clevers - são pra lá de brasileiros. Confira:

01 - Samjazz Quintet - Georgia on my mind
..... (H.Carmichael)
02 - Aquarius Band - That's what I want
..... (Carter - Lewis)
03 - Os Incríveis - The millionaire
..... (Mike Maxfield)
04 - The Jones - My pledge of love
..... (J.Stafford Jr)
05 - Samjazz Quintet - I started a joke
..... (Robin - Barry & M.Gibb)
06 - Os Incríveis - Plus je t'entends
..... (A. Barriere)
07 - Samjazz Quintet - Yester-me yester-you yesterday
..... (R.Miller - B.Wells)
08 - Abracadabra - Domingo en Buenos Aires
..... (Falcón - Bergeret)
09 - The Clevers - Vênus
..... (Ed Marshal - D.Cid)
10 - Samjazz Quintet - Santo domingo
..... (R.Lindt - P.Poli)
11 - The Jones - I've been hurt
..... (R.Whitiey)
12 - The Clevers - Unchained melody
..... (North - Zaret)


quinta-feira, 5 de julho de 2012

Vários artistas - Máximo de sucessos (1984)

Coletânea reúne 14 grandes sucessos populares gravados entre os anos de 1959 e 1975
A Polygram, especialmente ao longo dos anos 1970, lançou vários volumes da série "Máximo de sucessos", reunindo os principais hits da gravadora no momento. Em 1984, graças a uma parceria com o SBT, foi lançado este volume com um diferencial em relação a série original. Desta vez, a coletânea é de grandes êxitos populares, contemplando desde Wilma Bentivegna, com "Hino ao Amor", seu maior sucesso em 1959, até a "Cadeira de rodas", gravada em 1975 por Fernando Mendes, o sucesso mais recente do disco. O destaque do álbum é a música "Trovador de Toledo", único sucesso da Gilda Lopes, dona de bonita e potente voz,  enquanto a curiosidade fica por conta do bolero "Esta noite queria que o mundo acabasse", interpretada por Silvinho, que conta com declamação do saudoso ator Paulo Gracindo. Confira:

01 - Anisio Silva - Alguém me disse - 1960
..... (Evaldo Gouveia - Jair Amorim)
02 - Odair José - Uma vida só (Pare de tomar a pílula) - 1973
..... (Odair José - Ana Maria)
03 - Agnaldo Timóteo - Meu grito - 1967
..... (Roberto Carlos)
04 - Ronnie Von - A praça - 1967
..... (Carlos Imperial)
05 - Fernando Mendes - Cadeira de rodas - 1975
..... (Fernando Mendes - José Wilson)
06 - Adilson Ramos - Sonhar contigo - 1973
..... (A|dilson Ramos - Armelindo Leandro)
07 - Wilma Bentivegna - Hino ao amor (Hymne à l'amour) - 1959
..... (Edith Piaf - Marguerita Mannont - vs: Odair Marsano)
08 - Silvinho - Esta noite queria que o mundo acabasse (Declamação: Paulo Gracindo) - 1963
..... (Silvio Lima)
09 - Orlando Dias - Tenho ciumes de tudo - 1961
..... (Waldir Machado)
10 - Evaldo Braga - A cruz que carrego - 1973
..... (Isaias Souza)
11 - Clara Nunes - Conto de areia - 1974
..... (Romildo S. Bastos - Toninho)
12 - Celso Ricardi - Te amo eternamente (While we're still young) - 1974
..... (Paul Anka - Chouckroun - vs: Dino Rossi)
13 - Gilda Lopes - O trovador de Toledo (L'Arlequim de Tolède) - 1962
..... (Hubert Giraud - Jean Drejac - vs: Romeo Nunes)
14 - Diana - Foi tudo culpa do amor - 1974
..... (Diana - Odair José)

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Joelma - Aqueles tempos (EP Chantecler - 1969)

"Aqueles tempos" é versão de "Those were the days", hit da inglesa Mary Hopkin
A cantora Joelma, conterrânea de Roberto Carlos, obteve muito sucesso em meados dos anos 1960. Um dos grandes sucessos do repertório foi em 1969 com "Aqueles tempos", versão de "Those were the days", hit da britânica Mary Hopkin, que dá título a este EP lançado pela Chantecler. Os principais destaques do disco, porém, são as músicas "Você não me amou", composta pela própria cantora, e "Perigo", versão de "Peligro", lançadas apenas em singles. A quarta música, "Silêncio", foi extraída do álbum que a Joelma lançou em 1968.

Ela nasceu no dia 19 de setembro de 1944 em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, e iniciou sua carreira artística cantando músicas da Ângela Maria, Agnaldo Rayol e Joselito no programa de rádio "Clube do Guri". Em 1953, Joelma foi levada por Emilinha Borba ao programa "Papel Carbono", de Renato Murce, na Rádio Nacional (RJ). Aos 12 anos já era cantora mirim da Rádio Difusora de Duque de Caxias (RJ), mas só gravou o seu primeiro disco em 1963, interpretando o bolero "Incompreendida", de Leonel Cruz e José Antônio e o samba canção "Só ele", de Roberto Muniz e Heitor Mangeon. 

Em 1966, Joelma gravou o LP "Perdidamente te Amarei", também pela Chantecler. No ano seguinte, fez sucesso em Portugal com o compacto duplo "Onde estás", "Não te quero mais", "Acredito que te amo" e "Não me deixes não". Entre os sucessos estão "Não Digas Nada", de Rossini Pinto e Fernando Costa e "Alguém me disse", de Jair Amorim e Evaldo Gouveia. O maior sucesso da cantora foi nos anos 1970 com a música "Pombinha Branca" e fez várias apresentações no exterior, gravando discos em castelhano, nos quais revela sua bonita e poderosa voz. Confira:

01 - Aqueles tempos (Those were the days)
..... (Gene Raskin - vs: Fred Jorge)
02 - Você não me amou
..... (Joelma)
03 - Perigo (Peligro)
..... (Miguel Angel Valladares - vs: Julio carlos)
04 - Silêncio
..... (Sérgio Odilon)

FICHA TÉCNICA

Direção artística: Braz Baccarin
Técnico de som: Alberto Calçada
Foto da capa: Oswaldo Micheloni
Com Orquestra Chantecler
Arranjos e regência de Willy Join