Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Celma e Celia - Vem quente que eu estou fervendo

As gêmeas Celma e Celia lançaram este EP em 1978 pela gravadora Continental
Quem assistiu a telenovela "A história de Ana Raio e Zé Trovão", exibida originalmente na extinta TV Manchete entre 12 de dezembro de 1990 e 13 de outubro de 1991, segundo dados do Wikipedia, deve se lembrar das personagens "Luminada e Luminosa", dupla caipira interpretada pelas gêmeas Celma e Celia. Elas gravaram este EP na Continental em 1978. O disco se destaca pela versão de “Vem quente que eu estou fervendo”, sucesso de Erasmo Carlos e do autor Eduardo Araújo, que a compôs em parceria com Carlos Imperial. As garotas, nascidas em 2 de novembro na cidade mineira de Ubá, se apresentaram pela primeira vez em público aos cinco anos num circo local.

O início da carreira foi com o compositor Carlos Imperial, formando com ele, Ângelo Antônio e Gastão Lamounier Neto, o grupo vocal "A Turma da Pesada", que se manteve na ativa entre o final dos anos 1960 e início dos 1970. Junto à cantora Clara Nunes, o grupo venceu o Festival de Música de Juiz de Fora, cantando a música "Mandinga", de Ataulfo Alves e Carlos Imperial. A dupla ainda cantava em bailes, na orquestra do trombonista Ed Maciel e depois no conjunto do pianista Dângelo. A dupla participou de vários espetáculos nos anos 1980,  como "Cromossomos",  ao lado dos também gêmeos e cartunistas Paulo e Chico Caruso, como também de shows com Cauby Peixoto e Emílio Santiago.

A dupla apresentou por nove anos, contados a partir de 1988, o “Programa Celia & Celma” no Canal Rural, e a partir daí passou a se dedicar à música regional. As gêmeas também lançaram em 1994 o livro "A Cozinha Caipira de Celia & Celma" pela Editora Nova Fronteira. Participaram em 1998 do filme "O Viajante", do cineasta Paulo Cesar Saraceni, cantando a valsa "A Tristeza dos Sinos", de Ary Barroso, sendo que em 2002 fizeram parte do documentário “Carrego Comigo”, sobre gêmeos, do premiado cineasta Chico Teixeira. No ano seguinte, lançaram o livro de crônicas “Por todos os Cantos”, (Editora Ibrasa), ilustrado com fotos do pai, o fotógrafo Celidonio Mazzei.

Outra experiência da dupla foi contracenar com Ronald Golias no humorístico “Meu Cunhado”, do SBT, em 2004, poucos meses antes do seu falecimento. Depois de algum tempo recolhendo receitas e preciosidades do folclore alimentar da região onde nasceram, a Editora Senac SP edita o livro “Do Jeitinho de Minas”. Nele estão 165 dessas receitas e um brinde especial: um CD com 15 receitas cantadas. O livro recebe na China o prêmio Gourmand World Cookbook Awards, como o melhor de culinária regional de 2006. A dupla, que se apresentou em Cuba em 2009, continua na ativa. Confira o post:

01 - Vem quente que eu estou fervendo
..... (Carlos Imperial – Eduardo Araújo)
02 - Eu quero é dançar
..... (Aloisio – Celma e Célia)
03 - Whisky com amendoim
..... (Conde Nelson)
04 - Yo soy una dama (Sorry, I'm a lady)
..... (R. Soja – F. Dosdal – Walter José)

Produção artistica:  Wilson Miranda
Arranjos: Messias Saint. Jr.

3 comentários:

  1. http://www.mediafire.com/?418c2izh53lc8is

    ResponderExcluir
  2. Disco bacana, obrigado pela postagem, tava de férias???heheheh

    ResponderExcluir
  3. Novo link:

    http://www.4shared.com/rar/dlri40Zy/0122_-_CC.html?

    ResponderExcluir