Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 10 de dezembro de 2016

Os Carbonos - Coletânea Especial (2016)

 Coletânea, com 28 faixas, traz covers de sucessos nacionais e internacionais 
Esta é uma daquelas coletâneas pra gente ouvir da primeira até a última faixa. O grupo Os Carbonos, famoso pela releitura de grandes sucessos da época em que foram gravados, é sempre bem-vindo e é um dos que geram grande demanda no blog entre os fãs da Jovem Guarda. A seleção, montada pelo amigo Aderaldo, a quem agradeço por mais esta colaboração, é formada por 28 faixas, suficientes pra encher um CD de 80 minutos. No repertório, covers de sucessos nacionais e internacionais, como “Estou começando a chorar”, “Anna”, “Eu só quero ver”, “Funny funny”, “Do you wanna dance?”, e outras, além das instrumentais “Blue star” e “Theme for Young lovers (Tema Pra Jovens Enamorados)”. Uma das curiosidades é a releitura de “L’ultima telefonata”, interpretada pelo Mário Bruno, integrante da banda. Confira:

01 – Férias de verão (Summer Holiday)
02 – Anna 
03 – Último trem (Last Train To Clarksville)
04 – Theme for Young lovers (Tema Pra Jovens Enamorados)
05 – Eu e a solidão (Me And You And A Dog Named Boo)
06 – Bip bop
07 – Eu só quero ver
08 – Never never
09 – Rio Amarelo (Yellow River)
10 - Imagine
11 – No verão (In The Summertime)
12 – Do you wanna dance?
13 – Estou começando a chorar
14 – Have you ever see the rain
15 – Nunca mais vou partir (Is This The Way To Amarillo)
16 – Dream baby (How Long Must I Dream)
17 – Do you like samba?
18 – Blue star
19 – Sansão e Dalila (Samson And Delilah)
20 – L’ultima telefonata (com Mário Bruno e Os Carbonos)
21 – Quero voltar pra Bahia
22 – Ob-la-di, o-bla-da
23 – Funny funny (Funny Funny)
24 – It would be so nice (Sobre As Ondas)
25 – Te amando (Fernando)
26 – With a girl like you
27 – Refletindo sobre a vida (Reflections Of My Life)
28 – The end


COLABORAÇÃO/SELEÇÃO DO REPERTÓRIO: Aderaldo


sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Vários artistas - Jovem Guarda Instrumental - Vol. V

 Seleção com 25 faixas inclui grupos famosos e obscuros da Jovem Guarda
Uma postagem especial para fãs de instrumentais da Jovem Guarda. O quinto volume da série, com 25 faixas, traz algumas bandas conhecidas, como Os Megatons, Os Versáteis e The Supersonics (Os Fevers sob pseudônimo), mas a grande maioria é de grupos desconhecidos, sem muita repercussão na época do lançamento. O repertório também inclui algumas raridades, como “Além das estrelas”, de um compacto simples de 1967 do The Jet Black´s, e “Mar cruel”, com Os Terríveis, lançado num single de 1965, entre outras. Confira:

01 - The Condors - Férias no Hawaí
02 - The Reds - Romântica
03 - Sérgio Marcio e Seu Conjunto - O Último Trem
04 - The Brazilian Boss - E quando a lua então surgir
05 - Bossa 4 - Eu só quero ver
06 - Peter - Ninguém vai tirar você de mim
07 - Embalo R - Don't Go Breakin My Heart
08 - The Jet Black´s - Além das Estrelas
09 - The Supersonics - Les cornichons (Deixa de banca)
10 - Os Joias no Sucesso - Bilhetinho apaixonado
11 - Os Versáteis - A give me a little sign
12 - Jean Lafontaine - Venha Ver O Que Restou de Mim
13 - Lyrio Panicali - Vou botar pra quebrar
14 - Os Megatons - Misirlou
15 - Os Terríveis - Cruel sea (Mar Cruel)
16 - Mazzola e sua Orquestra - No dia em que parti
17 - The Bip's - You turn me on (Você me acende)
18 - Os Craques da Musica - A catedral - A boneca que diz não
19 - Conjunto Mafasoli - There's a kind of hush (Só eu e você)
20 - Ed Maciel e sua Orquestra - Hang on sloopy (Pobre menina)
21 - Os Populares - Theme for young lovers (Tema para jovens enamorados)
22 - The Rowers - Será
23 - The Jones - Chacun pour soi (Cada um sabe de si)
24 - The Tunders - Ela é demais
25 - The Spots - Tema de The Spots



quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Julio Cesar - Viva o nosso amor (LP 1977)

 Álbum produzido pelo selo Pick, da RGE/Fermata, inclui o sucesso "Tu"
Julio Cesar é mais um daqueles artistas da chamada música brega que, apesar de gravar vários discos e obter relativa popularidade, tem biografia desconhecida do grande público. Ele comparece no blog com o LP que leva seu nome, lançado em 1977 pelo selo Pick, da RGE/Fermata, graças ao amigo Geraldo, a quem agradeço por mais esta colaboração. O disco, com 13 faixas, é repleto de versões. A exceção é a música “Escuta Jerusalém”, resultado da parceria do cantor com Herminio de Oliveira. Julio Cesar também assina “Todo amor que há na terra”, versão de “Alle liebe dieser erde”. A curiosidade é a faixa “Muito eu chorei”, uma versão disco de “O sole mio”, que ganhou popularidade com a releitura "It's now or never", pelo Elvis Presley, no início dos anos 1960.  O destaque é a faixa “Tu”, muito executada pelas emissoras de rádio. Confira:

01 - Viva o Nosso Amor (All we need is love)
(Danova - Yellowstone - Cleide Dalto)
02 - Tu (Du)
(Orloff - Kunze - Cleide Dalto)
03 - Eu Preciso Ser Feliz (Sweet sounds oh! beautiful music)
(Steve MacLean - Rose Anne - Murano)
04 - Muito Eu Chorei (O sole mio)
(Di Capua - Sebastião Ferreira da Silva)
05 - Adeus Pra Nunca Mais (Goodbye Venice Goodbye)
(Danova - Howman - Cleide Dalto)
06 - Ave Maria Das Noivas (Ave Maria no! no!)
(Polizzy - Natili - Ramoino - Simonelli - Murano)
07 - Acredite Em Mim (You belong to me, baby)
(Yelowstone - Danova - Murano)
08 - Quando Olho Pra Você (Every man must have a dream)
(Craig - Kinsley - H. de Oliveira)
09 - Se Já Não Existe Mais (Et si tu n'existais pas)
(Pallavicini - Cutugno - Losito - Delanoe - Lemesle - Jean Pierre)
10 - Adeus, Maria (Adios Maria)
(Ralph Siegel - Werner Schuler - Cleide Dalto)
11 - Escuta Jerusalém
(Herminio de Oliveira - Julio Cesar)
12 - Para Que Não Me Esqueças (Para que no me olvides)
(Ray Girado - Márcio José)
13 - Todo Amor Que Há Na Terra (Alle liebe dieser erde)
(Olden - Heilburg - Julio Cesar)


COLABORAÇÃO: Geraldo



quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Vários intérpretes - 12 faixas quentes (LP 1969)

 Álbum produzido pela RCA Victor traz raridades nacionais e internacionais
Mais álbum disponibilizado pelo amigo Aderaldo, a quem agradeço por enviar essa joia rara, o LP “12 faixas quentes”, lançado em 1969 pela RCA Victor. A coletânea é repleta de raridades, como “Você foi a inspiração”, interpretada pelo Antonio Marcos; “Tan-tan”, com o grupo Os Incríveis”; “Chick a boom”, com o conjunto Os Cleans, e outras gravações de artistas internacionais. Uma das curiosidades é a releitura de “Sou louca por você”, grande sucesso da Elizabeth, na voz do saudoso Ronnie Cord, que a gravou como “Sou louco por você”. Confira:

01 - Gerard Sotto - F... comme femme 
(S. Adamo)
02 - Big Tops - I started a joke 
(Barry Gibb - Robin Gibb - Maurice Gibb)
03 - Antonio Marcos - Você foi a inspiração 
(Totó)
04 - Jean Lafontaine - Ob-la-di-ob-la-da
(Lennon - McCartney)
05 - Lucio Dalla - Hai una faccia nera nera
(R. Izzo - G. Reverberi - Despota)
06 - Ronnie Cord - Sou louco por você
(Elizabeth)
07 - Big Tops - Trains, boats & planes
(Bacharach - H. David)
08 - Os Incríveis - Tan-tan
(Mingo - Brancato Jr.)
09 - Os Cleans -  Chick a boom
(Van Morrison - Bert Berns)
10 - The Scalawags - Cantarola nº 1
(Christian)
11 - Os Caçulas - Pra Você (Over you)
(Jerry Fuller - Versão: Wilson Miranda)
12 - Conexion nº 5 Chewy-chewy
(Levine)


COLABORAÇÃO: Aderaldo






terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Adriana - Justo nesta noite (LP 1970)

 Primeiro álbum da Adriana na gravadora Odeon traz o sucesso "Anjo"
Depois de iniciar a carreira em 1967 na gravadora Equipe, onde gravou três compactos simples, posteriormente reunidos num LP compartilhado com Luiz Keller (aqui), a cantora foi contratada em 1970 pela EMI/Odeon. Nesse mesmo ano, gravou este álbum que se destacou pelo samba rock “Justo nesta noite”, também lançado num single com a música “Quero ver você longe de mim” no lado B, não incluída no LP, e aqui adicionada como faixa bônus. Este é mais um daqueles CDs genéricos que comprei no Mercado Livre, mas decidi postá-lo por se tratar de disco raro, ainda inédito na rede. O álbum também se destaca pela faixa “Anjo”, muito executada nas rádios, e traz como curiosidade a releitura de “Hoje”, grande sucesso do Taiguara. Confira:

01 - Justo Nesta Noite
(Luis Wagner - Tom Gomes)
02 - Anjo
(D'Orian - Durval Ferreira)
03 - Agora Que Estou Sozinha
(Luis Wagner - Tom Gomes)
04 - Não Digo Nada
(Luis Wagner - Tom Gomes)
05 - Só Se For Nós Dois
(Renato Correa - Edinho)
06 - Com Muita Saudade (Gio)
(Hyldon Souza)
07 - Aquele Encantamento (Knock Knock Who's There)
(J. Carter – G. Stephens - vs: Pedro Lopes)
08 - Hoje
(Taiguara)
09 - O Que É Que Eu Faço Desta Saudade
(Carlos Imperial - Hélio Matheus)
10 - Descalça no Parque
(Raul Prata)
11 - Não Vou Chorar Nunca Mais
(Ronaldo Correa)
12 - Não Vai Mais Acontecer
(Cury)
13 - Quero ver você longe de mim (Bônus)
(Pedrinho)



segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Gigliola Cinquetti - La pioggia (CS 1969)

Gigliola Cinquetti interpretou a canção no Festival de San Remo de 1969 
 
Quem viveu os anos 1960 deve conhecer Gigliola Cinquetti e seu maior sucesso, “Dio, Come Ti Amo”, com a qual venceu o Festival de San Remo em 1966. O sucesso foi tão grande que gerou a produção de um filme homônimo estrelado pela própria cantora, consagrada por ter vencido o mesmo festival em 1964 com a música "Non ho l'età (per amarti)", outro hit da artista. Italiana de Verona, nascida em 20 de dezembro de 1947, Gigliola voltou a San Remo em 1969 para interpretar “La pioggia”, que mesmo sem repetir a performance anterior, obteve boa aceitação popular. A canção foi lançada neste compacto simples, enviado pelo amigo Laércio, a quem agradeço por mais essa colaboração. Confira:

01 - La pioggia
(D. Pace - Panzeri - Conti - Argenio)
02 - Zero in amore
(Savio - Califano - Ambrosino)


COLABORAÇÃO: Laércio



sábado, 3 de dezembro de 2016

Les 4 Cadillacs - Doucement Novamente (LP S/D)

LP fabricado e produzido no Brasil por Nilo Sérgio foi lançado pela Musidisc
Produzido e gravado no Brasil por Nilo Sérgio, este álbum traz 24 grandes sucessos internacionais, sendo dois em cada faixa, executados pelo grupo Les 4 Cadillacs. O repertório contempla canções de seis países americanos – Estados Unidos, Cuba, Brasil, Paraguai, México e Argentina, segundo informa texto assinado por Sebastião Fonseca na contracapa. O Brasil é representado pelas músicas “Chove lá fora”, de Tito Madi, e “Se todos fossem iguais a você”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes. O disco, sem o ano de fabricação, foi lançado pela Musidisc, e é totalmente instrumental. Infelizmente, não tenho referências sobre o grupo, mas a contracapa revela que o conjunto é constituído de piano, contrabaixo, bateria e guitarra, sem informar os nomes dos músicos. Tenho certeza que os apreciadores da boa música instrumental vão curtir. Confira:

01 - Prefixo Sweet melody
(Jean Paques)
Exodus 
(Gold)
I could have danced all night
(Alan Jay Lerner Frederick -Loewe)
02 - Canção de amor cubano
(H. Stothart J. Mc Hugh - D. Dields)
Cubanacan
(Moisés Simons)
03 - Chove lá fora
(Tito Madi)
Se todos fossem iguais a você
(Antonio Carlos Jobim - Vinicius de Moraes)
04 - Recuerdos de Ypacarai
(Demétrio Ortiz - Zuleima de Mirkin)
India
(José Asunción Flores - M. Ortiz Guerrero)
05 - Besame mucho
(Consuelo Velazques)
Amor, amor, amor
(Gabriel Ruiz - R.L.Mendes)
06 - El dia en que me quieras
(Gardel - Le Pera)
Jealousie
(J. Gade)
07 - Moritat
(Kurt Well - Bert Brecht)
Liechtensteiner polka
(Edmund Kotscher - Rudl Lind)
08 - Tua
(G. Malgoni - B. Pallesi)
Mama
(Collazo)
09 - Olhos negros
(D.P.)
Noites de Moscou
(I. Dunayevski)
10 - C'est si bon
(Henry Betti - André Hornez)
Mon oncle
(Frank Barcellini - Henri Contet - J. Claude Carrieri)
11 - Canção do mar
(F. Trindade - F. de Brito)
Sempre que Lisboa canta
(Anibal Nazaré - Carlos Rocha)
12 - La violetera
(J. Padilla - E.Montesinos) 
Madrid 
(Agustin Lara)
Sufixo Sweet melody
(Jean Paques)



sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Surfin' With The Jordans (LP Copacabana - 1964)

Terceiro LP , produzido pela Copacabana, é um dos mais raros da banda 
Alguém me pediu este “Surfin’ with The Jordans”, LP lançado em 1964 pela Copacabana, em uma das postagens do blog. O amigo e colaborador Laércio conseguiu o disco, inédito até agora na rede, e sei que em pouco tempo estará disponível, sem a citação da fonte, no YouTube e em redes sociais. Infelizmente, o vinil está muito danificado, com chiados e faixas que pulam mais do que pipoca em panela quente, segundo informa o Laércio. Por isso, me enviou apenas a arte gráfica do álbum, em perfeito estado de conservação, e deixou a meu critério a possibilidade de postá-lo, caso reunisse as gravações originais.

Assim, consultei os amigos e colaboradores, Aderaldo e Geraldo, se tinham três faixas que ainda faltavam em meu acervo pra completar o disco. O Aderaldo repassou o pedido na Comunidade MC&JG, da VK, e foi prontamente atendido pelo Wilton. O Geraldo, por sua vez, obteve o LP completo com seu amigo Sérgio, que tem o álbum, e ainda ofereceu a arte gráfica. O meu muito obrigado a todos os envolvidos nesse trabalho coletivo. Dessa forma, com mais opções de escolha, pude reunir e selecionar o melhor do disco, tanto em áudio quanto em ilustrações. O resultado final é ótimo. Confira:

01 - Surfin' U.S.A.
(Brian Wilson - Chuck Berry) 
02 - Kon Tiki
(Michael Carr)
03 - Dansevise
(Otto Francker - Volmer Sorensen)
04 - Quartermaster's Stores
(Tradicional - Arr. de Aladin)
05 - F.B.I.
(Peter Gormiey)
06 - Cafard
(Marrane)
07 - Midnight
(Marvin - Welch)
08 - Beat Girl
(A. Faith - Peacock)
09 - The Stripper
(A. Faith - Peacock)
10 - Shane (The Call of The Far-Away)
(Mack David - Victor Young)
11 - Come On Train
(R. Shorter)
12 - Harlem Noturno
(Dick Roger)


COLABORAÇÂO: Aderaldo, Geraldo, Laércio, Sérgio e Wilton



segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Roberto Corrêa (The Golden Boy) - As 14 mais (CD s/d)

 CD sem o ano do lançamento traz grandes sucessos da Jovem Guarda
Diante da triste notícia sobre o falecimento do cantor e compositor Roberto Corrêa, sepultado ontem no Rio de Janeiro, o nosso amigo Aderaldo me enviou o CD que o artista gravou com 14 sucessos da Jovem Guarda. O disco, conforme informa, não é do seu acervo, e foi postado originalmente pelo Luiz Fernando na Comunidade MC & JG, ainda na época do Orkut. O meu agradecimento a ambos. O álbum, sem o ano do lançamento, foi produzido pela UMC do Brasil, e se destaca pelo repertório autoral da família Corrêa, sendo 12 da própria lavra e duas da esposa Solange. O cantor, do grupo Golden Boys, faz releitura dessas canções, que foram sucessos gravados por Wanderley Cardoso (“Minha namorada”), Wanderléa (“Te amo”), Trio Esperança (“Arrasta a sandália”) e Robert Livi (“Parabéns querida”), entre outras. Confira:


01 - Não me deixe nunca mais 
(Rossini Pinto - Solange Corrêa)
02 - Minha namorada   
(Roberto Corrêa - Jon Lemos)
03 - Parabéns querida  
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
04 - Te amo       
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
05 - Pode esperar          
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
06 - No meio da madrugada      
(Roberto Corrêa - Jon Lemos)
07 - Fumacê      
(Rossini Pinto - Solange Corrêa)
08 - O cabeção 
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
09 - Agora é tarde          
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
10 - Só vou criar galinhas             
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
11 - E agora       
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
12 - Arrasta a sandália  
(Roberto Corrêa  - Jon Lemos)
13 - Não fico mais sem teu carinho        
(Roberto Corrêa - Sylvio Son)
14 - Mais uma lembrança            
(Roberto Corrêa  - Jon Lemos)



COLABORAÇÃO: Aderaldo/Luiz Fernando


domingo, 27 de novembro de 2016

Festival dos Golden Boys (CD 1997)

 CD produzido pela Som Livre traz canções lançadas em festivais de MPB
A postagem hoje é uma homenagem ao cantor e compositor Roberto Correa, integrante do grupo vocal Golden Boys, falecido no início da noite de ontem no Rio de Janeiro, vítima de câncer, aos 76 anos. O corpo do artista será velado e enterrado neste domingo, 27, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, no Rio. O velório está marcado para às 13h30 e o sepultamento para 15h30. O CD “Festival dos Golden Boys” foi produzido em 1997 pela Som Livre, e traz músicas de festivais da canção. No repertório, canções como “A banda”, “Casaco marrom”, “Pra não dizer que não falei das flores”, “Alegria, alegria” e até “Andança”, originalmente lançada pela Beth Carvalho com acompanhamento dos Golden Boys, entre outras. O disco, um dos últimos do grupo, não é do meu acervo. Baixei na Comunidade MC&JG, ainda no tempo do Orkut, e não me lembro quem postou para dar o devido crédito.

O grupo vocal surgiu no final dos anos 1950 e ganhou notoriedade a partir da Jovem Guarda, período em que obteve inúmeros sucessos, como “Alguém na multidão”, “Pensando nela”, “Fumacê”, “Erva venenosa” (regravada pelo grupo Herva Doce e também pela Rita Lee), “Michelle”,  “Ai de mim”, “Se eu fosse você”, e várias outras. Como compositor, Roberto assina canções de sucesso, feitas em parceria com Sylvio Son, como “O cabeção” (gravada pelos Golden Boys), “Te amo” e “Eu já nem sei” (ambas do repertório da Wanderléa), entre outras. O quarteto era formado por três irmãos - Roberto, Ronaldo e Renato Corrêa - e um primo, Valdir Anunciação, falecido em 2004. A partir daí, sem novo integrante, o grupo se apresentava como trio, e em outras oportunidades ao lado dos irmãos do Trio Esperança, igualmente afinados. Confira:

01 - Travessia
(Milton Nascimento - Fernando Brant)
02 - Cantiga por Luciana
(Edmundo Souto – Paulinho Tapajós)
03 - Viola Enluarada
(Marcos Valle - Paulo Sérgio Valle)
04 - Pra Não Dizer Que Não Falei das Flores
(Geraldo Vandré)
05 - Juliana
(Antonio Adolfo - Tibério Gaspar)
06 - Ponteio
(Ed Lobo - Capinam)
07 - Sabiá
(Chico Buarque - Tom Jobim)
08 - Alegria, Alegria
(Caetano Veloso)
09 - Casa no Campo
(Tavito - Zé Rodrix)
10 - O Cantador
(Dori Caymmi - Nelson Mota)
11 - A Banda
(Chico Buarque)
12 - Casaco Marrom
(Renato Correa - Danilo Caymmi - Gutemberg Guarabira)
13 - Andança
(Edmundo Souto – Danilo Caymmi – Paulinho Tapajós)
14 - Domingo no Parque
(Gilberto Gil)


FONTE: Comunidade MC&JG, do Orkut (Hoje na VK)



sábado, 26 de novembro de 2016

Nini Rosso - Trilha sonora do filme Yankee (CS 1967)

Single lançado pela Fermata traz trilha sonora original do filme Yankee
Uma boa pedida pra quem gosta de instrumental é este compacto simples do trompetista e compositor italiano Nini Rosso, que ficou mundialmente conhecido em 1965 pelo sucesso da música “Il silenzio”. A canção, no Brasil, foi gravada pela Cláudia Barroso (aqui), e também foi muito executada pelas emissoras de rádio, dando popularidade a cantora. O presente disco, lançado em 1967 pela Fermata, foi enviado pelo amigo Geraldo e tem áudio editado pelo Luiz Alberto Gomes, o Bugrim. Agradeço a ambos pela colaboração. As duas faixas do single, compostas pelo próprio Nini Rosso, são temas do filme “Yankee”, produzido na Itália em 1966, e dirigido por Tinto Brass.

O músico Raffaele Celeste Rosso nasceu em 19 de setembro de 1926, e faleceu em 5 de outubro de 1994 na Itália. Ao contrário do desejo dos pais, que o queriam na universidade, Rosso fugiu de casa aos 19 anos para se dedicar a sua grande paixão, a música. Depois que foi encontrado tocando trompete em um local noturno, seus pais cederam, e Rosso formou uma pequena orquestra, com a qual fez até uma turnê pela Índia. Ele logo se tornou um dos trompetistas de jazz mais conhecidos na Itália, atingindo a crista de sua popularidade na década de 1960. O primeiro grande sucesso foi por meio da gravação de "Concerto Disperato", e obteve reconhecimento internacional em 1965 pela já citada "Il Silenzio", que vendeu mais de cinco milhões de cópias até o final de 1967. Confira o single:


01 - La Ballata Dello Yankee
(Nini Rosso)
02 - Serenata Maledetta
(Nini Rosso)


COLABORAÇÃO: Geraldo, com áudio editado por Luiz Alberto Gomes (Bugrim)



sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Ruy Maurity - Tempo cigano (LP 1984)

 Ruy Maurity e Zé Jorge são autores de nove músicas neste LP do Selo Pointer
Mais um bom álbum do Ruy Maurity, cantor e compositor que aprecio muito, e certamente agradará os internautas. O disco foi lançado em 1984 pelo selo Pointer, e traz dez faixas, sendo nove compostas em parceria com Zé Jorge, seu principal parceiro musical. A exceção fica por conta da música "Mãe guerreira", da Roberta Miranda, em início de carreira. O destaque do LP, gentilmente enviado pelo amigo Laércio, a quem agradeço, é a releitura da música “Dia 5”, de autoria da dupla, com a qual venceu o III Festival Universitário de Música Brasileira em 1970, e o credenciou a gravar seu primeiro álbum, "Este é Ruy Maurity", na gravadora Odeon. Confira:

01 - Sacirerê 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
02 - Canção menina 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
03 - Quebra coco 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
04 - Zé menino 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
05 - Mãe guerreira 
(Roberta Miranda)
06 - Alazão 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
07 - Tempo cigano 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
08 - Verão portenho 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
09 - Isaias 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)
10 - Dia 5 
(Ruy Maurity - Zé Jorge)


COLABORAÇÃO: Laércio



quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Tetê Espindola - Londrina (CS 1981)

Canção ganhou o prêmio de melhor arranjo entre as finalistas do MPB-81
Vou aproveitar o clima de festival de música popular, deixado pela postagem anterior, para postar este compacto simples da Tetê Espindola. A intérprete, que encantou o público  em 1985, quando venceu o “Festival dos Festivais”, da Rede Globo, com a canção “Escrito nas estrelas”, já tem sinopse de sua carreira divulgada aqui, na postagem do CD "Só Tetê". A cantora participou anteriormente do MPB 81, pela mesma emissora, com a música “Londrina”, composta pelo Arrigo Barnabé. A canção ficou entre as 20 finalistas do festival. A campeã foi “Purpurina”, interpretada pela Lucinha Lins, e “Londrina” ganhou o prêmio de melhor arranjo. A música foi lançada neste single do selo Arara, da Zoo Discos, com “Canção dos vagalumes”, também do Arrigo Barnabé, no lado B. Confira:

01 – Londrina
(Arrigo Barnabé)
02 – Canção dos vagalumes
(Arrigo Barnabé)



quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Primeira Eliminatória do Festival da Música Brasileira

Festival da Música Brasileira foi realizada pela Rede Globo de Televisão em 2000
Este CD, com as 12 canções apresentadas na primeira eliminatória do Festival da Música Brasileira, evento realizado em 2000 pela Rede Globo, foi originalmente postado no meu blog anterior, e volto a apresentá-lo porque o link venceu e achei por bem ripá-lo novamente, desta vez com áudio de 320 kbps. Infelizmente, só tenho as canções apresentadas nessa primeira eliminatória, das quais foram escolhidas “Estrela da manhã”, “Tubaína” e “Xi, de Pirituba a Santo André” para disputar a final. As canções aqui disponíveis foram extraídas de um CD, que não entrou em circuito comercial, e foi distribuído para a imprensa com o material de divulgação do festival. Posso estar enganado, mas o único CD referente a este festival foi lançado pela Som Livre, reunindo as 12 finalistas em gravação ao vivo. A capa, contracapa e selo do CD desta primeira eliminatória foram montadas pelo blog. Confira:

01 - Rubinho Ribeiro – Afrika
      (Ricardo Moreno)
02 - Virginia Rosa – Vão
      (Dante Ozetti)
03 - Jorge Vercilo – Amanheceu
      (Jorge Vercilo)
04 - Fernando Chuí – Tubaína
      (Fernando Chuí)
05 - Vicente Barreto – Cisma
       (Costa Netto - Vicente Barreto)
06 - Renata Holly - Rap da Real
       (Renata Augusta Rodrigues)
07 - Simone Guimarães - Primeiro olhar
       (Cristina Saraiva - Sergio Farias)
08 - Sergio Santos – Vazante
       (Sergio Santos)
09 - Kleber Albuquerque - Xi, de Pirituba à Santo André
       (K.Albuquerque – R. Altério)
10 - Rodrigo Lessa – Patifaria
       (Rodrigo Lessa)
11 - Monica Salmaso - Estrela da manhã
       (Beto Furquim) 
12 - Walter Franco – Zen
       (Walter Franco - Maria Cristina Villaboim)



sábado, 19 de novembro de 2016

Luiz Carlos Magno - Chora coração (LP 1980)

 Chora Coração foi o último disco do cantor produzido na gravadora CBS
O nosso amigo e colaborador Aderaldo viu no blog o pedido do LP de 1980 do Luiz Carlos Magno, feito pelo internauta Zelito Silva, e me enviou o disco, que tem edição do Rubens Stone, da Comunidade MC&JG, hoje na VK. Agradeço a ambos pela colaboração. Trata-se do último álbum do artista na CBS/Sony, e foi pouco divulgado na época, tornando-se um dos mais raros de sua discografia. No e-mail, Aderaldo comenta a respeito do boato que circula na internet sobre a morte do cantor, e informa que a página em nome do artista no Facebook (aqui) traz o seguinte comunicado, postado na quinta-feira, dia 17:

“O cantor Luiz Carlos Magno está vivo e se recupera de um AVC. Há menos de 5 minutos foi passada a informação oficial por Rose Mary Silva Leal. A questão é que, quando uma notícia se espalha, ela começa de um jeito e termina de outro. Acaba distorcendo o que realmente é! Luiz Carlos Magno está bem e pede uma corrente de positividade de todos, e que em breve estará junto de todos vocês”, esclarece. Assim, ao mesmo tempo que atendemos ao pedido do Zelito, reservamos o espaço para nos unirmos nessa corrente de fé, torcendo para que o cantor se recupere e retorne logo às suas atividades. Confira o disco:

01 – Chora coração
(Antonio Rodrigues – Gil – Ademar Pinheiro)
02 – Quarto de empregada
(Graciela Corrêa)
03 – Meu eco
(Cury)
04 – N. S. Aparecida 
(Gabino - Chico Xavier - Magnus)
05 - Minh’alma triste
(Alessandro – Carlos Pedro)
06 – Uma vida de ilusão
(Luiz Carlos Magno)
07 – Estrela de cinema
(Chico Xavier – Nem)
08 – Amantes da noite
(Luiz Carlos Magno)
09 – Mambo da cantareira
(Barbosa da Silva - Eloide Warthon)
10 – Uma mão lava a outra
(Alessandro – Carlos Pedro)
11 – Noite de Moscou
(Gabino – Janjão)
12 – Um amor de verdade
(Luiz Carlos Magno)


COLABORAÇÃO: Aderaldo, com edição do Rubens Stone, da MC&JG, da VK



sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Sueli - Brindo por ti e por mim (LP 1975)

 Primeiro LP da Sueli, lançado pela Beverly, traz o sucesso "Férias na praia"
Aqui está o primeiro LP da Sueli, lançado em 1975 pela gravadora Beverly, e que traz o sucesso “Férias na praia”. O disco veio direto da coleção do amigo Aderaldo, a quem agradeço por mais essa colaboração. A cantora, mineira de Ituiutaba, é mais um exemplo de artista que teve projeção nos anos 1970, e que atualmente pouca ou quase nenhuma informação a seu respeito e paradeiro está disponível na internet, apesar do sucesso obtido. Faixas como “Não adianta nada”, do Roberto Carlos, “Pressentimento”, do Dom (da dupla com Ravel), e “Vem”, do Marcos Roberto, entre outras, são destaques do álbum. Confira:

01 - Volte aqui (Garde-Moi Avec Toi)
(C. Morgan - V. Buggy - H. Ibach - Vs: Fred Jorge)
02 - Quando você me beija (Kiss Me)
(J. Albertini - S. Garcia - Vs: Fred Jorge)
03 - Não adianta nada
(Roberto Carlos)
04 - Meus receios
(Gilberto Reis - Luiz Prestes)
05 - Brindo por ti e por mim (Brindo Por Ti Y Por Mi)
(Mariano O. Barabino - Tormenta - Versão: Jean Pierre)
06 - Férias na praia (Ring Ring)
(B.Anderson - S.Anderson - B;Ulvaeus - N. Sedaka - P. Cody - Vs: Sérgio de Freitas)
07 - Chuva caindo  (Water Under The Bridge)
(Patricia Lawden - Vs: Fred Jorge)
08 - Pressentimento
(Dom)
09 - Vem
(Marcos Roberto)
10 - Sem perceber
(Rose Marie)
11 - Vamos passear (Tout, Tout, Tout...)
(Léo Carrier - Daniel Faure - Vs: Sônia Abreu & M. Amélia C. Manso)
12 - Volta à escola (Hey Lady Jenny)
(Renaldo Cerri - Denis Clément - Vs: Sérgio de Freitas)


COLABORAÇÃO: Aderaldo


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Antonio Carlos & Jocafi - Louvado seja (LP 1977)

Álbum produzido pela RCA tem participação especial do Luiz Gonzaga
 
“Louvado seja” é mais um belo disco da dupla Antonio Carlos e Jocafi, e acredito que agradará a audiência. O álbum foi lançado em 1977 pela RCA Victor, com 12 canções autorais. O LP tem como destaque a participação especial do Luiz Gonzaga, o eterno rei do baião, na faixa “Cordel”, um divertido xote que, em tempo do politicamente correto, causaria polêmica. A música conta o caso de um molecote que, na festa, rebola que nem pião. “Essa doença tem por nome androginia/ É pior que catapora e não respeita valentia”, decreta a canção. Outros destaques são as faixas “Homem é homem”, “Jesuíno galo doido”, “Bahia idos 60” e outras que farão você pedir bis. Confira:

01 - Homem é homem
(Antonio Carlos - Jocafi)
02 - Picadeira
(Antonio Carlos - Jocafi)
03 - Oxóssi Rei
(Antonio Carlos - Jocafi)
04 - Balaio
(Antonio Carlos - Jocafi)
05 - Opus 2
(Antonio Carlos - Jocafi)
06 - Jesuíno galo doido
(Antonio Carlos - Jocafi)
07 - Cordel (Participação especial de Luiz Gonzaga)
(Antonio Carlos - Jocafi)
08 - Bahia idos 60
(Antonio Carlos - Jocafi)
09 - D´Angola é, camará
(Antonio Carlos - Jocafi - Magela Cantalice)
10 - Sossego leão
(Antonio Carlos - Jocafi)
11 - Distorção
(Antonio Carlos - Jocafi - Renato Lobo)
12 - Louvado seja
(Adaptação de Antonio Carlos - Jocafi)



quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Zé Keti & Jorge Ben - Máscara negra (EP1967)

Compacto duplo lançado em Portugal tem Zé Keti no lado A e Jorge Ben no B
 
Veja só que raro e curioso compacto duplo, de 45 RPM, lançado em Portugal pela Tecla em 1967. O disco é compartilhado entre dois artistas: Zé Keti (ou Zé Ketti, como é grafado em alguns discos) no lado A, e Jorge Ben (ou Jorge Ben Jor, como adotado posteriormente) no B. Os destaques são as faixas “Máscara negra”, grande sucesso na interpretação da Dalva de Oliveira, e “Se manda” (no Brasil foi lançado como “Si manda”). A curiosidade do EP, enviado pelo amigo Laércio, a quem agradeço, fica por conta da faixa “Menina gata Augusta”, única composição do Ben Jor com Erasmo Carlos, criada na época em que ambos dividiam a mesma casa no bairro do Brooklin, em São Paulo, onde se apresentavam no programa Jovem Guarda. Confira:

01 - Zé Keti - Máscara Negra
(Zé Keti - P. Mattos)
02 - Zé Keti -  Acender As Velas
(Zé Keti)
03 - Jorge Ben - Se Manda
(Jorge Ben)
04 - Jorge Ben - Menina Gata Augusta
(Jorge Ben - Erasmo Carlos)


COLABORAÇÃO: Laércio




Demétrius - Capa com layout original da RCA Victor

Layout original da capa do compacto simples tem tarja preta nas laterais 

A postagem anterior – o compacto simples do Demétrius – está com a capa errada. A correta é a da ilustração acima, com duas tarjas pretas nas laterais. Quando recebi o disco, enviado pelo amigo Geraldo, achei que se tratava de fita isolante, como é comum encontrar em capas antigas, desgastadas pelo manuseio e pelo tempo. Por esse motivo, e também por não conhecer o single, tomei a iniciativa de removê-la na hora da edição, apresentando a capa que não corresponde ao layout original. Não vejo a necessidade de criar um novo link para download. Quem baixou o disco pode salvar a foto acima e substituí-la na pasta. É sempre bom ter a original de fábrica. Peço desculpas a todos pelo incomodo, e também ao nosso colaborador pela minha desatenção.



domingo, 13 de novembro de 2016

Demétrius - Dia chegará (Compacto Simples - 1966)

Single foi gravado durante a primeira passagem do cantor na RCA Victor
Mais um compacto simples do Demétrius, cantor e compositor, que fez muito sucesso nos anos 1960 e 1970. O disco, lançado em 1966 pela RCA Victor, é outra colaboração do amigo Geraldo, a quem agradeço pela colaboração. O single foi produzido durante a primeira passagem do artista na gravadora, entre 1965 e 1966, vindo da Continental, onde lançou seus primeiros discos a partir de 1961, após gravar um compacto na Young em 1960. O retorno ao cast da Continental em 1967 foi marcado pelo hit “Não presto, mas te amo”, de autoria do Roberto Carlos. Lá, permaneceu até 1970, e voltou ao elenco da RCA. Este disco traz duas músicas compostas pelo cantor. Confira:

01 - O Durão
(Demétrius)
02 - Dia Chegará
(Demétrius)


COLABORAÇÃO: Geraldo